GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

COPA DO NORDESTE

Sport aposta em 'lei do ex' para superar o Fortaleza pela Copa do Nordeste

Sport aposta em Lei do Ex contra o Fortaleza (Foto: Divulgação/Fortaleza)


No elenco do Rubro-negro Pernambucano há quatro atletas que já defenderam o Tricolor Cearense num passado recente


O Sport recebe o Fortaleza nesta quarta-feira e tenta se manter embalado na Copa do Nordeste. Para sair da Arena de Pernambuco com um bom resultado, Leão da Ilha quer colocar em vigor uma famosa e antiga máxima: a ‘Lei do ex’. Isso porque, no elenco do Rubro-negro Pernambucano há quatro atletas que já defenderam o Tricolor Cearaense no passado.

Superstição ou não, o Sport espera poder contar com a lei do ex, naquele que é um dos principais clássicos regionais. O volante Felipe, o meio-campista Lucas Lima e os atacantes Romarinho e Gustavo Coutinho atualmente jogam pelo Leão da Ilha. Porém, no passado, os rubro-negros vestiram as cores do Leão do Pici. 

Sendo assim, o Sport espera que ao menos um dos jogadores do quarteto brilhe na noite desta quarta-feira (21) e encham a Nação de orgulho. Caso haja gol de um dos antigos atletas do clube tricolor, a torcida rubro-negra deve comemorar em dobro o feito contra o adversário.
 
O volante Felipe esteve sete temporadas no Leão do Pici. Até sair para o Goiás, e posteriormente desembarcar na Ilha do Retiro. Ao todo, pelo Tricolor Cearense foram 291 jogos, marcou 10 gols, distribuiu 14 assistências e ainda conquistou dois acessos e 10 títulos pelo Leão.

Já o meio-campista Lucas Lima deixou a capital cearense sem deixar muitas saudades. O atleta foi contratado pelo Fortaleza em 2021 e permaneceu até o ano seguinte. Participou de 68 jogos - sendo 49 como titular - com apenas um gol marcado e cinco assistências distribuídas.

Romarinho e Gustavo Coutinho foram envolvidos em transações milionárias entre Fortaleza e Sport. O primeiro rendeu aos cofres do tricolor R$ 2,5 milhões por 50% dos direitos econômicos. Além disso, caso o jogador cumpra todas as metas, os outros 30% serão vendidos por R$ 1,5 milhões. O atacante deixou o clube com 252 jogos, 22 gols marcados, 18 assistências e oito títulos conquistados, sendo 5 Campeonato Cearenses, 2 Copa do Nordeste e uma Série B do Brasileiro.

Já Gustavo Coutinho foi vendido pelo Fortaleza ao Sport por sete milhões - uma das maiores transações do Nordeste - além disso o clube cearense manteve 30% dos direitos do centroavante. Pelo Leão do Pici. Cria das categorias de base, o jogador não teve muito protagonismo com a camisa tricolor no profissional.

 Paulo Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário