GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

terça-feira, 6 de fevereiro de 2024

INTERDIÇÃO MANTIDA

Interdição ética parcial é mantida pelo Cremepe no Barão de Lucena

Foto: Maíra Arrais/Arquivo SES-PE


O decreto de interdição cautelar foi feito há 16 dias por causa da falta de medicamentos e insumos.

Decretada pelo Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), a interdição ética parcial no Hospital Barão de Lucena, no Recife,será mantida.  

A informação foi repassada pelo conselho, nesta terça (6), após nova vistoria na unidade de saúde. 

 

O decreto de interdição cautelar foi feito há 16 dias por causa da falta de medicamentos e insumos. 

 

Na época, o Cremepe informou que reavaliará a situação, após 125 dia,para saber se poderia permitir o retorno das cirurgias programadas, que estão suspensas desde então.

 

Nas redes sociais, o  Secretário-geral e o 1° Secretário do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), Miguel Arcanjo e Carlos Eduardo da Cunha, falaram sobre a vistoria desta terça. 

 

"Estamos em 6 de fevereiro e o Cremepe fiscaliza o Hospital Barão de Lucena. Essa avaliação foi feita após 16 dias.  avaliar a interdição após 16 dias", afirmaram os médicos, em vídeo postado nas redes sociais. 

 

Ainda segundo o conselho, ainda faltam medicamentos e insumos. 

 

"Encontramos falta de comunicação. Alguns setores dizem que não existem medicamentos, mas a farmácia afirma que há.  Por isso, a interdição será mantida", disseram ois representantes do conselho.

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário