GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

domingo, 4 de fevereiro de 2024

NÁUTICO - ANALISANDO A DERROTA

'Pior partida que nós fizemos', analisa Allan Aal após derrota do Náutico na estreia do Nordestão

Allan Aal à beira do gramado em Náutico 0 x 1 Botafogo-PB (Foto: Rafael Vieira/DP Foto)


Timbu foi derrotado por 1x0 para o Botafogo-PB e saiu de campo vaiado


Frente à primeira derrota no comando do Náutico - 1x0 para o Botafogo-PB, nos Aflitos -, o técnico Allan Aal adotou tom sincero para analisar o revés, considerando a partida como a pior atuação do Timbu nesta temporada.

“Hoje, infelizmente, foi a pior partida que nós fizemos. Temos que admitir, diagnosticar o porquê. Cometemos grandes e pequenos erros que não nos permitiram criar situações tão claras de gol. Criamos mais na bola aérea, que não é tanto a nossa característica, do que propriamente num momento de construção, que a gente tanto valorizou nos últimos jogos”, pontuou Aal.

Náutico teve o controle da partida, mas enfrentou dificuldades perante a proposta defensiva apresentada pelo Botafogo. O Timbu teve a posse de bola, mas não soube convertê-la em chances claras de gol e saiu vaiado dos Aflitos.

O controle alvirrubro refletiu-se até mesmo no gol da vitória do Belo, que saiu por causa de uma falha do zagueiro Robson Reis, deixando Dudu cara a cara com Vagner para só tirar do goleiro e comemorar.

“O adversário veio dentro da nossa casa com uma proposta de se defender. Independente da competição, nós precisamos saber conviver com isso também. Mas, hoje, eu vejo que tecnicamente todos os atletas, sem exceção, foram muito abaixo daquilo que a gente pode render. Tivemos poucos momentos de lucidez, mas muito pouco pra você conseguir uma vitória”, analisou.

<i>(Foto: Rafael Vieira/DP Foto)</i>
Apesar da análise negativa nos aspectos técnicos, Allan Aal reconheceu os pontos positivos nas demais questões, mas foi direto ao ponto. “Eu acho que, de positivo, a gente não deixou de correr e de se entregar. Ponto”, iniciou.

“As demais questões que envolvem o futebol, porque não é só querer e correr, é se manter organizado, tomar a decisão correta e ter qualidade técnica para definir jogadas, nós ficamos muito aquém daquilo que a gente tem capacidade para executar. Então, de positivo não faltou entrega, ninguém deixou de correr e lutar”, completou Allan Aal.

PRÓXIMO DESAFIO 

Náutico volta a campo na próxima terça-feira (06), 19h, novamente nos Aflitos, mas desta vez pelo Campeonato Pernambucanocontra o Porto. Já no Nordestão, o Timbu fará a segunda rodada no domingo de carnaval (11)às 19hcontra o Maranhão, fora de casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário