GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024

NÁUTICO - COBRANÇA DO TREINADOR

Allan Aal volta a cobrar pontaria, mas enfatiza controle do Náutico: 'Criamos para sair com a vitória'

Treinador alvirrubro defendeu que o time está no "caminho certo" (Foto: Rafael Vieira/DP Foto)


Timbu criou bom volume, mas parou em grandes defesas do goleiro Richard e empatou com o Ceará


O Náutico teve uma noite de frustração nos Aflitos. O Timbu criou boas oportunidades, mas não conseguiu tirar o zero do placar contra o Ceará, pela Copa do Nordeste. Sentimento que, inclusive, foi reforçado pelo técnico Allan Aal. O comandante alvirrubro enfatizou as chances criadas, mas lamentou o empate.

“A avaliação que faço é de um primeiro tempo truncado, onde a gente estava muito ansioso, e mesmo assim criamos oportunidades para abrir o placar. No segundo tempo, absoluto, tivemos dez finalizações, mas pecamos na decisão final. Fiquei um pouco irritado porque poderíamos ter vencido a partida. Pecamos na hora de colocar a bola para dentro”, analisou o treinador.

Apesar do resultado frustrante, o Náutico segue momentaneamente na vice-liderança do Grupo B da Copa do Nordeste, com apenas dois pontos a menos que o líder Fortaleza. Completando seu prognóstico do Timbu, Allan Aal defendeu a sequência da equipe, que, na sua visão, está no caminho certo.

“Nós estamos adquirindo respeito. É óbvio que o resultado não é o que esperávamos, criamos para sair com a vitória. A gente está no caminho certo. Tivemos apenas uma derrota (para o Botafogo-PB) e lamentamos, porque não conseguimos transformar a superioridade em gols”, pontuou.

O próximo desafio do Náutico será pelo Campeonato Pernambucano. O Timbu visita o Retrô, na Arena de Pernambuco, neste domingo (18). Mas terá pela frente uma sequência pesada e já enfrentará o Vitória, pelo Nordestão, na próxima quarta-feira seguinte (21).

No entanto, a chance de Allan Aal utilizar time alternativo ou misto é baixa. O treinador enfatizou que o time titular será definido de acordo com a questão física e não vai priorizar competição.

“A Copa do Nordeste, assim como o Estadual, exige da parte física e também pela minha característica de jogar de uma maneira mais vertical e intensa, buscando o gol. Mas estamos de olho e atentos, e vamos tomar as melhores decisões possíveis, sem priorizar competição e sempre procurando colocar cada jogo como uma decisão”, finalizou Aal.


Nenhum comentário:

Postar um comentário