GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

domingo, 18 de fevereiro de 2024

SPORT - AVALIANDO SEU TIME

Mariano Soso avalia desempenho do Sport diante do Porto: 'Controlou, dominou e mereceu a vitória'

Mariano Soso, técnico do Sport - Foto: Paulo Paiva/SCR


Com o resultado positivo, o Leão garantiu classificação antecipada para as semifinais do Estadual



Sport não só venceu o Porto por 1 a 0 neste sábado (17), em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Pernambucano, como também consegiu a classificação antecipada para as semifinais do torneio. Um ponto de destaque do jogo, apesar do domínio leonino, foi a falta de intensidade e velocidade na construção das jogadas, que vem sendo repetida nos últimos jogos.

Ao fim da partida, o técnico Mariano Soso admitiu uma "falta de profundidade" nos 45 minutos iniciais, mas elogiou o "controle" do time e avaliou com bons olhos o desempenho para que o Rubro-negro saísse com o resultado positivo.

"Temos que valorizar o resultado de hoje, que garantiu a classificação e a liderança. Usamos novamente novos jogadores. Eu acho que isso consolida, jogo após jogo, um modelo que identifica a equipe independente do jogador que está em campo. Sobre a intensidade, em momentos sem bola, teve capacidade para trocar passes, principalmente no último terço do campo. Mas acho que os números da equipe são muito bons, com os deslocamentos dos jogadores", começou o treinador.

"Quando falamos sobre intensidade, geralmente está associada a momentos sem bola. A equipe foi muito intensa para não ter registro de situações do adversário, em uma média distância e, depois, de jogo aéreo. Isso é muito importante para evitar transições e evitar que o adversário possa agredir a nossa estrutura defensiva, que hoje foi mais consolidada. Os esforços dos jogadores, quando a equipe não tinha bola, eram curtos, mas intensos. Eu assumo publicamente que a equipe, na primeira etapa, não teve muita amplitude, e, por consequência, não teve profundidade, mas controlou, dominou e mereceu a vitória. No segundo tempo, foi rápido, profundo e intenso", completou.

'Estrutura em evolução'


O destaque natural do confronto vai, claro, para Alan Ruiz, autor do gol da vitória. Ainda assim, outro atleta que jogou bem foi Lucas Lima, que faz sua segunda partida desde o retorno ao Sport. Desta vez, ele atuou pelos lados, como um "falso extremo" na ponta esquerda, como coloca Soso, para armar jogadas pelo meio ao lado do volante Fábio Matheus. Para o treinador, a equipe ainda está em evolução e os atletas seguem assimilando a estrutura e estilo de jogo.

"A estrutura tem vinculação com o sistema de jogo. Nós desenhamos uma estrutura em função das características dos nossos jogadores. Hoje a equipe jogou com uma linha de quatro mais flexível. Tínhamos Rosales não tão fechado, com Riquelme mais flexível e um 'falso extremo' na ponta esquerda no Lucas Lima, que não é natural, com intensão de fechar com Fábio Matheus, e Fabinho mais posicionado. Mas hoje eu acho que foi efetivo, principalmente em desativar todo tipo de transição. Jogamos muito tempo no campo adversário. É muito importante ter uma estrutura que faça isso", iniciou.

"Movimentação e interação dos jogadores sempre está vinculada as suas capacidades. Mas hoje Riquelme, Lucas e Fábio Matheus jogaram perto. Esse deslocamento está associado ao perfil desses jogadores. Quando a equipe joga com extremos naturais, não é preciso fazer isso. Mas também está vinculado ao posicionamento dos adversários, de acordo com onde podemos agredi-los. Isso foi possível ser visto com maior claridade em alguns momentos do jogo", continuou o técnico.


"Mas também não repetimos comportamentos porque isso torna o ataque previsível, e eu não acho que seja bom ter um time previsível. Mas gosto de ter a disposição todos os jogadores do plantel para integrar os princípios que compõem o nosso esquema de jogo. Mas a equipe está em evolução, principalmente por conseguir os resultados, que são muito importantes para nós", finalizou.

Por Genivaldo Henrique

Nenhum comentário:

Postar um comentário