GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

VIOLÊNCIA NO FUTEBOL

Vídeo: Ônibus do Fortaleza é apedrejado na saída da Arena de Pernambuco após jogo contra o Sport

Jogadores do Fortaleza registraram ataque nas redes sociais (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


Jogadores do Tricolor do Pici ficaram feridos e foram hospitalizados após jogo pela Copa do Nordeste


Um fato lamentável de violência ocorreu com a delegação do Fortaleza na saída da Arena de Pernambuco após o empate por 1 a 1 com o Sport na quarta-feira (21) pela 4ª rodada da Copa do Nordeste. O ônibus do clube foi apedrejado e atingido por uma bomba caseira, segundo o CEO do clube cearense.

O ataque foi tão sério que seis jogadores foram para o hospital: Escobar, João Ricardo, Dudu, Titi, Brítez e Lucas Sasha. Os vidros do ônibus ficaram bem danificados. 

Muitos jogadores postaram nas redes sociais imagens. "Isso se chama covardia, parecia que a gente estava em uma guerra", disse o jogador Iago Pikachu nas suas redes sociais. Todos os jogadores do Tricolor do Pici ficaram revoltados com o atentado. Nas imagens, é possível perceber que muitos atletas estão sangrando.
 
O presidente do Sport Yuri Romão, o executivo André Figueiredo, o coordenador técnico Ricardo Drubscky e a equipe médica do clube foram prestar apoio à delegação do Fortaleza.  

O CEO do Fortaleza, Marcelo Paz, também postou um vídeo nas redes sociais. "Denuncia grave! Torcida organizada do Sport jogou uma bomba caseira no nosso ônibus. Vários jogadores feridos. Isso é o cúmulo", postou Marcelo Paz. 
 
 
SPORT 
 
Através de uma nota oficial, o Sport repudiou o ato de vandalismo praticado contra o ônibus da delegação do Fortaleza.

O Sport Club do Recife repudia veementemente os atos de violência praticados contra o ônibus da delegação do Fortaleza Esporte Clube na saída da Arena de Pernambuco após a partida desta quarta-feira. Os absurdos atos de violência não condizem com a real conduta e comportamento da torcida rubro-negra, tampouco com os valores do Clube - que sempre irá abominar esse tipo de postura. 

O presidente Yuri Romão, o executivo André Figueiredo, o coordenador técnico Ricardo Drubscky e a equipe médica do Clube já estão com delegação do time cearense, prestando apoio e todo o suporte necessário. 

O Sport também já se colocou à disposição para ajudar na apuração dos fatos e as investigações, buscando identificar os envolvidos nesse ato criminoso.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário