GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 2 de março de 2024

CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Náutico vence o Afogados, avança para a semifinal do Pernambucano para pegar o Retrô

Patrick Allan marcou gols nas duas últimas vitórias do Náutico na temporada (Foto: RAFAEL VIEIRA/DP)


Timbu agora enfrentará o Retrô, reeditando a final estadual de 2022, quando os alvirrubros foram campeões nos pênaltis


O Náutico venceu o Afogados por 2x0, na noite desta sexta-feira (1), nos Aflitos, e avançou para as semifinais do Campeonato Pernambucano. O adversário agora será o Retrô, reeditando a final do Estadual de 2022, quando o Timbu se sagrou campeão nos pênaltis.

O duelo de ida está marcado para o domingo (10) da semana que vem, novamente na casa alvirrubra. A volta será dia 17, na Arena de Pernambuco, com o mando da Fênix. Já do outro lado do chaveamento, o Sport aguarda o vencedor do duelo entre Santa Cruz e Central, este sábado (2), no Arruda.
 
Em relação aos gols, eles foram marcados pelo meia Patrick Allan e pelo atacante Paulo Sérgio, de pênalti, após longa revisão do VAR. Durante a comemoração, o árbitro de vídeo entrou em cena novamente, desta vez para expulsar o camisa 9 por fazer gestos obscenos para a própria torcida.

Em tempo, o Náutico volta a campo na próxima quarta-feira (5), quando receberá o River-PI, pela 5ª rodada da Copa do Nordeste.

RESUMO DO JOGO 

O Náutico foi superior durante todo o primeiro tempo, promovendo quase que um "ataque contra defesa" ao Afogados. Com marcação alta, o Timbu sufocou as tentativas de subida da Coruja ainda no meio de campo. O time do interior, no entanto, se defendia bem sem a bola, o que não impedia as perigosas investidas ofensivas dos alvirrubros. A insistência tardou, mas não falhou. Já nos acréscimos, Patrick Allan aproveitou cruzamento pela direita e acertou um chute forte de perna esquerda, abrindo o placar para o Náutico.

No segundo tempo, o Náutico continuou melhor, mas passou a permitir que o Afogados tivesse as primeiras chances de gol. A equipe do técnico Allan Aal, no entanto, fez valer a superioridade técnica e conseguiu segurar a vantagem até os acréscimos, quando a arbitragem passou a ser o centro das atenções. Aos 47 minutos, Thalissinho sofreu pênalti duvidoso e o VAR foi chamado.

Após longa revisão, a falta foi confirmada, mas o jogador acabou levando cartão amarelo por reclamação. Na cobrança, Paulo Sérgio mandou para o fundo das redes, mas acabou sendo expulso na comemoração. Para provocar uma torcida organizada rival a do Náutico, o camisa nove acabou fazendo um gesto obsceno com os dedos, o que foi considerado uma ofensa pela arbitragem. Com isso, o artilheiro do Timbu na temporaa está fora do jogo de ida das semifinais, contra o Retrô.

FICHA DO JOGO

NÁUTICO: 2

Vagner; Arnaldo, Joécio (Guilherme Matos), Rafael Vaz e Diego Matos; Marco Antônio, Lorran (Marcos Júnior) e Patrick Allan; Evandro (Fernandinho), Júlio César (Thalissinho) e Paulo Sérgio. Técnico: Allan Aal.

AFOGADOS: 0

Jeferson Danilo; Felipe Pacajus, Arthur Potiguar, Gabriel e Wesley; Alemão, Jordan (Robinho) e Fernandinho (James Dean); Danilo Bala (Erick Mendes), Palominha e Rodrigo. Técnico: Pedro Manta.

Gols: Patrick Allan (47'1T) e Paulo Sérgio (49'2T)

Cartões Amarelos: Joécio, Júlio César e Thalissinho (NAU); Alemão e James Dean (AFO)
Cartões Vermelhos: Paulo Sérgio (NAU)

Árbitro: Anderson Luis Marques

Assistentes: Bruno Cesar Chaves Vieira e Wagner Cabral Miranda

VAR: Tiago Nascimento

Local: Estádio dos Aflitos (Recife/PE) 

Público: 10.444

Renda: R$ 194.542,00


Haim Ferreira


Nenhum comentário:

Postar um comentário