GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 6 de março de 2024

CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Tabu em jogo: Náutico nunca venceu o Retrô jogando nos Aflitos

Náutico x Retrô pelo Campeonato Pernambucano de 2022 - Foto: Tiago Caldas/CNC

Timbu acumula dois empates e uma derrota nos confrontos como mandante diante da Fênix



Tradicional arma do Náutico para superar os adversários, o estádio dos Aflitos não parece ter o mesmo efeito diante do Retrô. Nos três jogos entre os clubes na casa alvirrubra, o Timbu não conseguiu derrotar a Fênix. Ao todo, são duas derrotas e um empate. Tabu que, se permanecer, pode dificultar a vida dos comandados do técnico Allan Aal para o duelo de domingo (10), no Eládio de Barros Carvalho, pelo confronto de ida da semifinal do Campeonato Pernambucano.

A primeira vez que Náutico e Retrô se encontraram nos Aflitos foi em 2020. Em confronto válido pela primeira fase do Pernambucano, as equipes ficaram no 2x2. Salatiel e Erick Daltro marcaram para os mandantes. Marlon e Fabiano Santos anotaram para os visitantes.

Também pela primeira fase do Pernambucano, agora em 2022, o Retrô venceu por 2x1, com gols de Giva e Renato Henrique para a Fênix e Ewandro para o Náutico. Após a partida, alguns atletas alvirrubros discutiram com torcedores. A confusão gerou uma crise interna no clube, que culminou na demissão por justa causa do técnico Hélio dos Anjos e do auxiliar e filho dele, Guilherme dos Anjos.

O tropeço mais recente foi no mesmo ano, mas agora pela primeira partida da final do Pernambucano. O Náutico foi derrotado por 1x0 para o Retrô, com gol de Guilherme Paraíba. Para a alegria dos alvirrubros, o Timbu ganhou na volta, pelo mesmo placar, e foi campeão diante da Fênix ao superar o adversário nas penalidades, na Arena de Pernambuco.

Vagas no Nordestão e Copa do Brasil

O Náutico também está de olho nas vagas na Copa do Brasil e Copa do Nordeste. No mata-mata nacional, o Timbu garante lugar direto se for finalista, como prevê o regulamento. Caindo para a Fênix, se classificará apenas se o Sport for para a final. Caso a decisão seja entre Retrô e Santa Cruz, os alvirrubros ficarão fora da disputa, já que a terceira vaga no certame seguirá com o Leão por ter a melhor campanha da primeira fase entre os clubes fora da final.

Na Copa do Nordeste, o Náutico tem vaga garantida na fase da seletiva, graças à posição no Ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Para entrar direto na etapa de grupos, precisa ser campeão ou que o troféu fique com o Sport.

Neste ano, o Náutico ficou fora da Copa do Brasil por ter sido eliminado nas quartas de final do Pernambucano de 2023, para o Salgueiro, nos Aflitos, nas penalidades. 

Precisa reforçar

Ainda que não tenha mais como inscrever jogadores no Pernambucano, o técnico do Náutico, Allan Aal, citou que com tantos problemas por lesão acometendo os jogadores do time, o clube precisará buscar mais peças no mercado, pensando principalmente na reta final da Copa do Nordeste. O zagueiro Joecio, o volante Igor Pereira e os atacantes Kauan, Leandro Barcia e Júlio César estão machucados.

“Estamos monitorando com equilíbrio, sabedoria. Não adianta o Náutico assumir compromisso que não pode cumprir depois. Precisamos estar focados, mas atento naquilo em que podemos qualificar. Não vejo isso de elenco fechado. Existe oportunidade de mercado, oscilação de desempenho, perda de atleta por lesão, mas sem fugir da realidade financeira e sem entrar em desespero”, declarou o treinador.

Por William Tavares

Nenhum comentário:

Postar um comentário