GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 2 de março de 2024

E O POVO QUE SE LASQUE

Lula gastou R$ 70 milhões com viagens internacionais em 2023

Janja e Lula no Egito Foto: Ricardo Stuckert / PR


Para se ter uma ideia, a hospedagem em Nova Iorque custou R$ 7,7 milhões



O presidente Lula realizou diversas viagens internacionais em 2023, cujos custos totais somaram pelo menos R$ 70 milhões. O valor corresponde aos gastos com hospedagem, locação de veículos, locação de salas e contratação de tradutores. Os dados do Ministério das Relações Exteriores.

Durante a Assembleia Geral da ONU em Nova Iorque, a hospedagem do presidente e sua comitiva no hotel Lotte New York Palace totalizou R$ 7,7 milhões. O aluguel de veículos, salas e tradutores adicionou mais R$ 6 milhões, totalizando R$ 13,8 milhões apenas nessa viagem.

Outra viagem com custos altos foi para Xangai e Pequim custou R$ 5 milhões, com R$ 1,1 milhão gastos em aluguel de veículos e R$ 2 milhões em hospedagem. A ida de Lula e sua comitiva para Dubai, nos Emirados Árabes, também teve gastos altos, foram R$ 3,8 milhões, com R$ 2,1 milhões destinados à hospedagem. Esta viagem também contou com a presença de uma caravana de 22 deputados, nove senadores e oito assessores, gerando uma despesa adicional de R$ 1,2 milhão.

No total, os gastos com as viagens de Lula incluíram R$ 27,7 milhões com hospedagem, R$ 29,5 milhões com aluguel de veículos, salas, equipamentos e tradutores, e R$ 11,2 milhões com diárias para assessores e seguranças.

Os dados foram obtidos através da Lei de Acesso à Informação, fornecidos pelo Ministério das Relações Exteriores, sendo que as informações sobre diárias foram apresentadas apenas com o valor total, sem detalhes específicos.

Em resposta às críticas sobre os gastos, a Presidência da República defendeu que as viagens de Lula foram um investimento importante para recolocar o Brasil no cenário internacional, após anos de isolamento na gestão anterior.

O governo destaca também que durante essas viagens, Lula fez encontros bilaterais e firmou acordos, como os investimentos da ordem de bilhões de reais provenientes de países como China, Emirados Árabes, Alemanha e Arábia Saudita.


Nenhum comentário:

Postar um comentário