GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 1 de março de 2024

SANTA CRUZ - ATAQUE FORTALECIDO

Após quase um mês, Santa Cruz terá quarteto de ataque completo em decisão com o Central

Pedro Bortoluzo, vice-artilheiro do estadual, retorna ao time (Foto: Rafael Vieira/DP FOTO)


A última vez que o técnico Itamar Schülle iniciou com o quarteto foi no dia 06 de fevereiro, quando o Santa Cruz venceu o Petrolina, no Paulo Coelho


O quarteto de ataque é responsável pelos bons números do sistema ofensivo do Santa Cruz no Campeonato Pernambucano voltará a jogar junto na partida contra o Central, neste sábado (02), no estádio do Arruda: Matheus Melo, João Diogo, Thiaguinho e Pedro Bortoluzo treinaram normalmente durante a semana, e a expectativa é que eles iniciem o confronto decisivo no Estadual.

A Cobra Coral marcou 17 gols em 2024, sendo 12 tentos responsáveis pelo quarteto de ataque. Encabeçando a lista da artilharia está empatado Thiaguinho e Pedro Bortoluzo, ambos com quatro gols. Para finalizar, João Diogo tem três tentos pelo Tricolor do Arruda. Vale lembrar, que Bortoluzo é o vice-artilheiro do Campeonato Pernambucano, atrás de Giva, do Retrô, que marcou seis vezes.

A última vez que o técnico Itamar Schülle iniciou com o quarteto foi no dia 06 de fevereiro, quando o Santa Cruz venceu por  2 a 1 o Petrolina, no estádio Paulo Coelho, e conquistou uma vitória fundamental pensando na vaga da Quarta Divisão do próximo ano.

Para o confronto, o técnico Itamar Schülle, terá o retorno de João Diogo e Pedro Bortoluzo, que cumpriram suspensão automática na última partida. Além deles, o comandante poderá contar com o lateral-direito Toty e o volante Caio Mello, que foram poupados para não correrem o risco de suspensão no mata-mata.

A equipe deve ir a campo Tricolor do Arruda; William; Toty, Paulo César, Rafael Pereira e Juan Tavares; Caio Mello, Lucas Siqueira e Matheus Melo; João Diogo, Thiaguinho e Pedro Bortoluzo. Com o resultado positivo, a Cobra Coral pode, inclusive, já garantir a vaga na Série D de 2025.

 Paulo Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário