GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

domingo, 21 de abril de 2024

APOIO A BOLSONARO NO RIO DE JANEIRO

IMPRESSIONANTE: Veja o número de pessoas que foram ao ato de Bolsonaro no Rio

Wagner Meier/Poder360



No domingo, 21 de abril de 2024, um evento organizado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) atraiu uma multidão estimada entre 40.000 e 45.000 pessoas em Copacabana, Rio de Janeiro. O ponto de encontro foi no cruzamento da Avenida Atlântica com a Rua Bolívar. As informações são do Poder 360.

Segundo análises de fotos e vídeos de drones realizadas pelo Poder360, a manifestação, que estava programada para começar às 10h, teve seu pico de participação entre 11h30 e 12h30. Personalidades como o pastor Silas Malafaia, o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) e a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) estiveram presentes.

O evento ocupou intensamente cerca de três quarteirões ao longo da Avenida Atlântica, que margeia a praia de Copacabana, totalizando uma extensão de aproximadamente 420 metros.

Os apoiadores de Bolsonaro começaram a se reunir às 7h30. Por volta das 9h, mais de um quarteirão já estava preenchido. O evento teve início, de fato, às 10h e terminou às 12h30.

Para determinar a área da manifestação, o Poder360 utilizou o Google Earth. Através das imagens analisadas, estimou-se a densidade de pessoas nos locais ocupados, dividindo-os em categorias de densidade baixa, média e alta, correspondendo a duas, quatro e seis pessoas por metro quadrado, respectivamente.

É importante ressaltar que o público em eventos como este é variável. Algumas áreas ficaram mais ou menos ocupadas ao longo do dia. Além disso, não é possível identificar claramente nas imagens as pessoas que estavam sob árvores ou marquises de prédios. Levando em conta essas limitações, o Poder360 estimou que o público ficou na faixa de 40.000 a 45.000 pessoas.

Por outro lado, a USP (Universidade de São Paulo) estimou a presença de 32,7 mil pessoas, com base em cálculos do grupo de pesquisa “Monitor do debate político”. A margem de erro é de 12%, para mais ou para menos.

Por Terra Brasil Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário