GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 8 de maio de 2024

GOVERNO DESMORALIZADO

Sem votos, Lula tenta adiar mais uma vez a votação dos vetos

Plenário da Câmara dos Deputados. (Foto: Zeca Ribeiro/Ag. Câmara)


Líderes do governo Lula no Congresso continuam tentando adiar outra vez a sessão do Congresso que irá analisar 32 vetos presidenciais nesta quinta-feira (9). Agora, o Planalto alega como pretexto a destruição provocada pelas chuvas torrenciais no Rio Grande do Sul, ainda sem claro impacto no orçamento. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), sempre bonzinho com o governo, sinalizou negativamente, já que a ideia não é bem aceita entre parlamentares das duas Casas.

À revelia

O adiamento anterior, em 24 de abril, à revelia do presidente da Câmara, piorou a desgastada relação de Pacheco com Arthur Lira (PP-AL).

Meio caminho andado

Entre os impasses, Lula cobrou apreciação dos vetos após o Congresso votar o golpe do DPVAT, que garante R$15 bilhões para o governo torrar.

Golpe baixo

O crédito bilionário entrou nas negociações entre governo e Congresso. Há promessa de usar parte disso para custear emendas parlamentares.

Rateio

O Planalto trabalha para recompor R$3,6 bilhões das emendas vetadas por Lula, R$2,4 bilhões para a Câmara e o restante para o Senado.

Cláudio Humberto

Nenhum comentário:

Postar um comentário