GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 8 de maio de 2024

MAIS IMPOSTO EM CIMA DO POVO

Senado aprova a volta do seguro DPVAT

O texto segue agora para sanção presidencial. (Foto: Agência Brasil).


Projeto libera R$15,7 bilhões para o governo Lula gastar


O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (8) por 41 votos a favor e 28 contra, o projeto de lei que institui um novo seguro obrigatório para veículos, o Seguro Obrigatório para Proteção de Vítimas de Acidentes de Trânsito (SPVAT), nos moldes do antigo DPVAT.

Não houve nenhuma abstenção.

A proposta, que já passou pela Câmara dos Deputados, segue agora para a sanção do presidente Lula (PT).

O projeto prevê que o tributo será cobrado dos proprietários de automóveis novos e usados para pagar as indenizações por acidentes.

Além de criar o SPVAT, o texto também aumenta em R$ 15,7 bilhões o limite para as despesas da União.

Como fica o SPVAT

Segundo a proposta, a Caixa Econômica Federal será a responsável por pagar as indenizações.

A Caixa e os departamentos de trânsito estaduais poderão firmar convênios para que o pagamento seja feito junto com a taxa de licenciamento anual do veículo.

A taxa de administração para esse serviço será, no máximo, de 1%. O texto deve ter um custo anual de até R$ 60 aos motoristas.

“O valor será entre R$ 50 e R$ 60 para todos”, disse o líder do governo e relator do projeto no Senado, Jaques Wagner (PT-BA).

Mael Vale

Nenhum comentário:

Postar um comentário