GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 8 de maio de 2024

MAIS UMA IMBECILIDADE DA INCOMPETENTE MINISTRA DE LULA

Anielle cita tragédia e pede que população tire título de eleitor, mas apaga post

Anielle Franco Foto: Valter Campanato/Agência Brasil


Caso aconteceu nesta terça-feira



Nesta terça-feira (7), a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, usou a rede social X para falar sobre voto. Ela citou a tragédia provocada pelas chuvas no Rio Grande do Sul e fez um apelo para que a população regularizasse o título de eleitor. Por fim, a ministra apagou a publicação.

No post, Anielle também falou de investimentos do governo Lula nas ações emergenciais do estado. As informações são da Folha de S. Paulo.

– Diante da tragédia no Rio Grande do Sul, nosso Governo investiu mais de R$ 1,5 bilhão para saúde, adiantamento de benefícios sociais, auxílio aos desabrigados, garantia de alimentos e energia. Ações necessárias que só um governo que se preocupa com as pessoas faz. Amanhã é o último dia para regularizar ou tirar o título de eleitor para votar nestas eleições (…) Votar em quem atua em prol da vida das pessoas e do povo brasileiro é o que faz a realidade mudar – dizia trecho da mensagem.

A assessoria da ministra justificou que a publicação foi removida”porque se tratavam de dois assuntos diferentes e originalmente tinham sido pensados para postagens separadas” e que “já foram repostados da forma adequada”.

A atitude de Anielle foi criticada pelo deputado federal Nikolas Ferreira, que acusou a ministra de usar a tragédia no Rio Grande do Sul para pedir votos.

Nikolas também se manifestou contra o fato de o ministério comandado por Anielle ter pedido ao Ministério do Desenvolvimento Social que as famílias ciganas, quilombolas e de terreiros sejam priorizadas na distribuição de alimentos nas ações emergenciais realizadas no Rio Grande do Sul.

– Sim, depois da prioridade para distribuição de alimentos, ela está usando a tragédia para pedir votos. Inacreditável – apontou o parlamentar.

AJUDE O RIO GRANDE DO SUL

Com 70% de seu território afetado pela calamidade climática, o estado sulista sofre com severos estragos, e sua ajuda é fundamental para que as vítimas possam recomeçar suas vidas. Uma das formas de fazer doações é o financiamento coletivo criado pelo influenciador Badin, o Colono. Acesse enchentes@vakinha.com.br e deixe sua contribuição!

Nenhum comentário:

Postar um comentário