GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 13 de maio de 2024

NÁUTICO - TORCIDA NO JOGO DOS AFLITOS

Com pena revertida, Náutico terá público geral contra o Remo, nos Aflitos; clube fará doação ao RS

Estádio dos Aflitos - Foto: Gabriel França/CNC


Timbu conseguiu converter a pena no STJD e doará o valor de R$ 250 mil em mantimentos para o Rio Grande do Sul




O Náutico conseguiu reverter a punição no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a ser cumprida no próximo jogo nos Aflitos. Agora, a partida contra o Remo, válida pela sexta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, que será realizada no da 25 de maio, terá a presença do público geral. 

O clube foi punido com um jogo sem torcida, cumprido contra o São Bernardo, e outro com a presença exclusiva de mulheres, crianças e pessoas com deficiência (PCD), que seria respeitado diante do Ypiranga. Porém, a partida perante os gaúchos foi adiada em razão das fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul. 

Dessa forma, o clube acionou o STJD para ter o público geral no confronto contra o Remo, com o objetivo de evitar um prejuízo financeiro maior. O último jogo como mandante e com a presença da torcida do clube Alvirrubro foi no dia 30 de março, na final do Campeonato Pernambucano. 

Com a reversão da pena, toda a torcida poderá estar presente nos Aflitos. Em contrapartida, o Timbu ficou responsável por relizar a doação no valor de R$ 250 mil em mantimentos (alimentos não perecíveis, colchões, água, materiais de higiene pessoal e materiais de limpeza) para o Rio Grande do Sul.

Antes do duelo contra o Remo, o Náutico irá enfrentar o Volta Redonda, no próximo sábado (18), às 17h, fora de casa. 

Confira a nota do Náutico: 

 Relembre a punição

O episódio que resultou na punição ao Náutico aconteceu no dia 12 de junho de 2023, na partida contra o Confiança, em Aracaju, no Batistão, que terminou empatada por 2 a 2. Torcidas organizadas de ambos os clubes protagonizaram cenas lamentáveis dentro do estádio momentos antes do início do jogo. 

O setor que dividia as duas torcidas foi invadido, resultando em troca de socos e pontapés entre os membros da organizada. A Polícia Militar foi acionada para apartar o confronto e a confusão foi registrada na súmula pelo árbitro da partida, José Mendonça da Silva.

O Timbu foi denunciado no Artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que cita a pena por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto", mesmo sendo visitante, o clube sofreu a punição.

Por Maria Eduarda Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário