GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

terça-feira, 9 de julho de 2024

NO GOVERNO LULA TUDO AUMENTA

Gasolina e gás de cozinha ficam mais caros a partir desta terça-feira (9)
A Petrobras anunciou que aumentará em R$ 0,20 o preço do litro da gasolina a partir desta terça-feira (9) (Priscilla Melo/DP Foto)

 

Com anúncio da Petrobras para o aumento do preço dos produtos, o impacto para o consumidor deve ser de R$ 0,15 por litro do combustível

 

Em breve o consumidor sentirá no bolso o novo reajuste nos preços da gasolina e do gás de cozinha. Nesta segunda-feira (8), a Petrobras anunciou que aumentará em R$ 0,20 o preço do litro da gasolina a partir desta terça-feira (9). Com o reajuste, de 7,12%, o preço de venda do combustível para as distribuidoras passará a ser de R$ 3,01 por litro.

 
Diante disso, o impacto final no bolso do consumidor deverá ser de R$ 0,15 por litro, devido à composição do produto, que possui 27% de etanol. Porém, o valor cobrado nos postos de gasolina vai depender das estratégias de lucro adotadas em cada empresa. O último aumento registrado pela Petrobras foi de 16% em agosto de 2023.
 
O economista David Batista destaca o reflexo desse reajuste no orçamento das famílias. “A disparada nos valores dos combustíveis com um aumento de R$ 0,20 no preço do litro de gasolina e do gás de cozinha em R$ 3,10, impulsionada também por fatores como a oscilação do dólar e a política de preços da Petrobras, tem levado a um aumento nos custos de transporte, produção e consumo, afetando diversos setores da sociedade”, afirma David.
 
Ainda segundo o economista, o setor mais impactado primeiramente é o de transporte de cargas, o que afeta diretamente o setor produtivo e, indiretamente, no consumo das famílias, por meio do aumento dos preços dos fretes. O que acaba reduzindo o poder de compra da população.“E com o aumento do gás de cozinha em R$ 3,10, o custo da cesta básica, que já vinha aumentando em todas as cidades, deve subir ainda mais”, finaliza.
 
“Há mais de 150 dias que o preço não subia, mas aqui no Nordeste nós já vínhamos  sofrendo esse impacto há muito tempo. Somos atendidos diretamente pelos produtos importados e pela Acelen em 70% de tudo que compramos. Mas esse impacto é muito grande e a gente perde volume de venda e o consumidor fica chateado. Hoje, depois que saiu esse anúncio, as distribuidoras estão restringindo as entregas dos produtos com o preço em aumento, para que amanhã já vigore com o preço novo. Para nós é péssimo, acabam os descontos que vinham acontecendo no mercado”, destaca o presidente do Sindicombustíveis - PE, Alfredo Pinheiro Ramos.
 
Gás de cozinha 
 
No anúncio, a Petrobras também informou sobre o aumento de 9,81% no gás de cozinha (GLP), que deverá subir R$ 3,10 por botijão de 13 kg e passará a custar R$ 34,70. O último reajuste no preço do produto foi realizado em 1º de julho de 2023, com a redução de -3,9%, já o último aumento (24,9%) foi feito em 11 de março de 2022.

Nenhum comentário:

Postar um comentário