GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

terça-feira, 2 de junho de 2020

CRIMINOSOS DA INTERNET

CRIMINOSOS VAZAM DADOS DE BOLSONARO,FILHOS,MINISTROS E DE ALGUNS DOS SEUS APOIADORES 

grupo de hackers Anonymous Brasil vazou na noite de segunda-feira (1), dados pessoais do Presidente Jair Bolsonaro, seus filhos Carlos e Eduardo, além de diversos apoiadores como o empresário Luciano Hang e a ativista Sara Winter. Os invasores publicaram as informações através do perfil deles no Twitter.
Entre os itens expostos apareceram números de telefone, documentos, endereços e dados sobre imóveis da família do Presidente.
Além dos dados do Presidente e dos filhos, também foram divulgados dados dos ministros da Educação, Abraham Weintraub; e da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.
Aliados do Presidente como o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP), o empresário Luciano Hang, e a ativista Sara Winter também foram alvos.
Pelas redes sociais, Carlos Bolsonaro confirmou o fato e disse que os movimentos contra o governo justificam seus crimes sob a desculpa de “combater o mal” e disse que medidas legais serão tomadas.
A turma "pró-democracia" vazou meus dados pessoais e de outros na internet. Após vermos violações do direito à livre expressão, agora ferem a privacidade. Sob a desculpa de "combater o mal", justificam seus crimes e fazem justamente aquilo que nos acusam, mas nunca provam!
Uma clara tentativa de intimidação diante do momento que o Brasil e o mundo vivem. Medidas legais estão em andamento, para que tais movimentos, não passem impunes!

CONEXÃO Política 

PEDIDO ARQUIVADO

Celso de Mello arquiva pedido da oposição para apreender celular de Bolsonaro

Ministro do STF menciona em seu despacho "desempenho isento e impessoal da jurisdição"


O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou o pedido de partidos para que fossem apreendidos celulares do presidente Jair Bolsonaro e do filho, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).
O próprio Bolsonaro chegou a afirmar, em tom grave, que não entregaria o celular, caso fosse essa a decisão, e o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, até divulgou nota indignada advertido para o risco de “consequências imprevisíveis” na eventual tentativa de apreender o celular.
O procurador-geral da República, Augusto Aras, já havia se manifestado no STF contra a apreensão dos aparelhos. Aras entendeu que, como a investigação é competência do MPF, não cabe intervenção de terceiros no processo, como no caso de partidos e parlamentares.
Na decisão, o decano do STF fez questão de reafirmar a posição da Corte “neste singular momento em que o Brasil enfrenta gravíssimos desafios”.
“Torna-se essencial reafirmar, desde logo, neste singular momento em que o Brasil enfrenta gravíssimos desafios, que o Supremo Tribunal Federal, atento à sua alta responsabilidade institucional, não transigirá nem renunciará ao desempenho isento e impessoal da jurisdição, fazendo sempre prevalecer os valores fundantes da ordem democrática e prestando incondicional reverência ao primado da Constituição, ao império das leis e à superioridade político-jurídica das ideias que informam e que animam o espírito da República”, disse Celso de Mello.
Diario do Poder

COM A QUARENTENA POR CONTA DO COVID-19 ESTAMOS REAPRESENTANDO OS MELHORES MOMENTOS DO NOSSO PROGRAMA PAPO DE PESO TV. HOJE COM LEONARDO SULLIVAN

CONTAS REJEITADAS

TCE-RJ rejeita contas do governo Witzel de 2019

Foram encontradas irregularidades nas contas do ano de 2019

Reprodução/RecordTV Rio

Documento cita ao menos sete irregularidades; entre elas está a destinação de recursos para áreas como Saúde e Educação


O TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro) rejeitou em um parecer prévio as contas de 2019 do governo de Wilson Witzel nesta segunda-feira (1º).
A decisão foi unânime entre os cinco integrantes do Corpo Deliberativo da Corte de Contas. 
Ao menos sete irregularidades foram apontadas no relatório do TCE-RJ. Entre elas estão o não cumprimento da destinação correta de recursos para áreas como Saúde e Educação e a não adequação das despesas custeadas com recursos do Fundo de Combate à Pobreza e as Desigualdades Sociais.
Em nota, o governo disse que "apesar da reprovação das contas, o governo do Estado do Rio conseguiu derrubar quatro das onze irregularidades" apontadas pelo TCE-RJ durante a sessão especial que julgou as contas de 2019, o que foi visto como uma "vitória". 
Agora, o documento seguirá para a Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). A Comissão de Orçamento ficará reponsável por analisar e emitir um parecer final, podendo levar as contas para votação em plenário como um decreto legislativo. 

AJUDA DO GOVERNO BOLSONARO

Campanhas de doação do Governo Federal já arrecadaram R$ 10,8 milhões e 22,7 milhões de itens


A partir da solidariedade de empresas e cidadãos, o Governo Federal, por meio da campanha Todos por Todos, já arrecadou e entregou, até o momento, 22,7 milhões de itens, como ventilador pulmonar, máscaras, álcool gel e kits de testagem rápida. Também foram arrecadados R$ 10,8 milhões, doados por 3.904 pessoas físicas e jurídicas por meio do programa Pátria Voluntária, via campanha Arrecadação Solidária, destinado à instituições sem fins lucrativos.
Todas as arrecadações, financeiras e de insumos, são gerenciadas pelo Ministério da Economia que, com apoio do Ministério da Saúde, direciona as doações, conforme as necessidades das Secretarias Estaduais de Saúde. As intenções de doações, que não vão para a Saúde, são compartilhadas com os demais ministérios, a partir da análise da necessidade de cada um.
As doações dos itens hospitalares feitas ao Ministério da Saúde foram realizadas por oito empresas, sendo sete brasileiras e uma estrangeira. O total arrecadado já foi entregue às Secretarias Estaduais de Saúde, responsáveis por definir quais são os serviços de saúde que vão recebê-los, a partir de um planejamento local. As doações são enviadas diretamente pelo doador para o gestor beneficiado, após indicação do Ministério da Saúde.
Entre os produtos hospitalares doados estão 6 milhões de máscaras N95; 9,2 milhões de máscaras cirúrgicas; 3 milhões de máscaras Face Shield; 4,5 mil óculos de proteção; 1,6 milhão de aventais; 15,2 mil unidades de álcool em gel; 79 unidades de álcool líquido; 200 mil testes de biologia molecular (PCR-RT); 5,5 milhões kits de testagem rápida (sorológico) e 20 ventiladores pulmonares. Além disso, também foram doados materiais hospitalares, como 3,5 mil cateteres externos masculinos, 7 mil bolsas coletoras de urina e 2,6 mil curativos hidrocoloides.
Os itens de maior necessidade para a Saúde são os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) usados por profissionais de saúde que prestam assistência aos pacientes com Covid-19. Esses materiais também são utilizados pelas equipes de suporte que, eventualmente, precisam entrar no quarto, enfermaria ou área de isolamento. Os equipamentos são de uso individual e se destinam a proteger estes profissionais de possíveis riscos de contágios.

Arrecadação Solidária

Para auxiliar instituições sem fins lucrativos, que atuam com trabalho voluntário junto a grupos vulneráveis da sociedade, a Casa Civil lançou a campanha Arrecadação Solidária, no âmbito do programa Pátria Voluntária, que, desde abril, recebeu R$ 10,8 milhões de 3.904 doadores.
A Fundação Banco do Brasil é responsável pela prestação de contas dos recursos arrecadados e pelo monitoramento das organizações sociais apoiadas.  
Para doar produtos hospitalares e recursos financeiros para auxiliar o país no enfrentamento da pandemia da Covid-19, pessoas físicas e jurídicas devem acessar a página da campanha Todos por Todos.  Para doações em dinheiro, o canal é a página do programa Pátria Voluntária.  

Fonte: Governo Federal

MARGINAIS DAS ORGANIZADAS

Torcidas organizadas são exemplos de intolerância, violência e agressividade, diz coronel da PMSP


Em entrevista à Rádio Jovem Pan na manhã de hoje, José Vicente da Silva Filho, coronel da reserva da Polícia Militar de São Paulo, defendeu a atuação da Polícia Militar de São Paulo na contenção de manifestações violentas na tarde de ontem na Avenida Paulista.
Um grupo convocado por torcidas organizadas de São Paulo protagonizou atos de vandalismo no centro da cidade, quebrando equipamentos públicos e ateando fogo em conteiners. O movimento convocado por deputados federais de esquerda e outros políticos teve o claro objetivo de intimidar apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que tinham uma manifestação marcada no mesmo lugar. “Vim dar porrada” eram os gritos do grupo de arruaceiros logo na chegada, bem antes do início do confronto.
“A gente não tem nenhum histórico de causas sociais das torcidas de futebol. Elas são aqui no Brasil, e não só em São Paulo, exemplo de intolerância, de violência e de agressividade”, disse o militar.
Segundo o coronel, em um certo momento o grupo auto-intitulado “defensor da democracia” que trajava roupas pretas se levantou agressivamente contra os policiais militares presentes no local com pedras e garrafas ferindo uma policial feminina, fato que exigiu uma resposta enérgica da força militar.
O coronel ressaltou que a ação da PM foi extremamente técnica e não resultou em nenhum manifestante ferido. Apenas um policial foi ferido, cinco pessoas foram presas e dois ladrões foram apanhados enquanto aproveitavam a confusão para roubar.


NÃO VOU NESSA BOSTA

Sara Winter é intimada a depor e responde: “Eu me nego a ir nessa bosta”


No início da tarde desta segunda-feira (1), à ativista Sara Winter foi intimada para depor daqui a dois dias. Ela afirma que não vai: “EU NÃO VOU! Vão me prender? Me tratar como bandido? Vão ter q se prestar a isso!”, disse nas redes sociais.
“A PF acabou de sair da minha casa, entraram ILEGALMENTE, NÃO SE IDENTIFICARAM e vieram deixar uma intimação pra depor daqui a 2 dias, EU NÃO VOU! Vão me prender? Me tratar como bandido? Vão ter q se prestar a isso!”
A ativista ainda gravou um vídeo onde afirmou: “pois eu vou incorrer em crime de desobediência porque eu me nego a ir nessa bosta”.
Sara afirma “Eu não vou, eu não vou, não vou prestar esclarecimentos sobre a minha conduta ordeira, disciplinada, de cidadã brasileira. Eu não vou. Se a Polícia Federal quiser vir aqui e me tratar igual bandido com uma condução coercitiva, ela vai ter que se prestar a isso”, disse.
Outros apoiadores de Bolsonaro que foram alvo do ‘Inquérito das Fakes News’ também receberam intimação na tarde de hoje (1).

PEDINDO RESPEITO

General Ramos rebate Celso de Mello e pede respeito ao Presidente Bolsonaro


O General Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria do Governo da Presidência, rebateu o ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), que comparou o atual Brasil à Alemanha de Hitler e disse que bolsonaristas querem ditadura em uma mensagem enviada a outros ministros do Supremo.
Apesar de não citar o Ministro Mello diretamente, o ministro Ramos ainda pediu respeito ao presidente Jair Bolsonaro  e disse que a democracia brasileira não merece tal comparação.
Ramos também pediu mais amor à Pátria, ao decano.
“Comparar o nosso amado Brasil à “Alemanha de Hitler” nazista é algo, no mínimo, inoportuno e infeliz. A Democracia Brasileira não merece isso. Por favor, respeite o Presidente Bolsonaro e tenha mais amor à nossa Pátria!”, publicou Ramos em suas redes sociais.


MUDANÇA NO TEXTO

Autor de PL sobre fake news faz alterações no texto antes de votação



Projeto cria Lei de Liberdade, Responsabilidade e Transparência



O Projeto de Lei (PL) que combate as notícias falsas, programado para ser votado amanhã (2) no Senado, sofreu alterações antes mesmo da sessão. O projeto será votado sem os dispositivos que permitiam intervenção sobre conteúdos considerados falsos, dentre outras mudanças feitas pelo autor do projeto, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).
O projeto 2.630/2020 institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, criando mecanismos para garantir mais transparência nas redes sociais e em serviços de troca de mensagens, como o WhatsApp. Na proposta original, as empresas seriam encorajadas a usar os serviços de verificadores independentes de conteúdo e a agir para interromper a promoção artificial do material falso.
O autor do PL decidiu tirar esse e outros trechos do projeto para evitar o risco de “tumultuar” o debate do projeto amanhã. Além disso, a intenção do senador visa manter o padrão adotado nas sessões remotas da Casa. Desde o início das sessões por videoconferência, os senadores têm votado apenas matérias com consenso entre os líderes dos partidos.
O relator do projeto é Ângelo Coronel (PSD-BA), presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News. A CPMI investiga a criação de perfis falsos para influenciar as eleições do ano passado e os ataques cibernéticos contra a democracia e o debate público.
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, decidiu pautar a votação desse PL no mesmo dia em que a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão no chamado inquérito das fake news, aberto no ano passado para apurar ofensas e ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).
*com informações da Agência Senado

NOME FORTE

‘Terrivelmente cristão, Ives Gandra Martins Filho é nome forte para o Supremo

Ex-presidente do TST é um dos três nomes que Bolsonaro “namora” para vaga no STF


O ministro Ives Gandra Martins Filho, ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, é um dos três nomes que o presidente Jair Bolsonaro disse estar “namorando” para a próxima vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Isso ocorrerá após a “expulsória” do ministro Celso de Mello, em 1º de novembro, aos 75 anos. Conservador, cristão, sério e honrado, mas sempre de bem com a vida, Martins Filho doou o salário de ministro do TST à Igreja Católica e fez voto de pobreza. Vai à missa diariamente. 
Ives Gandra Martins Filho vive modo franciscano, em um quarto simples do centro cultural de uma igreja da Asa Norte de Brasília.
O ex-presidente do TST é também admirado pelo saber jurídico, e tem um relacionamento muito próximo com todos os ministros do STF.
Entre os “torcedores” da nomeação do filho do jurista Ives Gandra para o STF estão os ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Todos têm direito de ir às ruas defender o que quiserem, até idiotices

Manifestações reafirmam a democracia pelo simples fato de que todos têm o direito constitucional de defendê-las

Manifestações reafirmam a democracia, ainda que defendam bandeiras idiotas, pelo simples fato de que todos têm o direito constitucional de defendê-las. A tentativa de demonizar os que criticam o Supremo ou o Congresso sugere que o cidadão que os sustenta não pode exercer nem o direito à livre expressão. Além disso, não há na Constituição artigo que autoriza apenas manifestações “politicamente corretas” ou que defendam “boas ideias”, como preconizaram as mais tristes ditaduras da História. 
O avanço do STF contra os críticos, a pretexto de “combater fake news”, parece servir ao propósito de impor o respeito pelo temor de punição.
Ministros do STF querem viajar sem ter de ouvir do passageiro ao lado, no avião, que “o STF é uma vergonha”, como aconteceu a Lewandowski.
A reputação do STF é ruim em razão da exposição de ministros e por suas decisões amplamente divulgadas pela mídia, e não por “fake news”.
Se o STF relativiza até para deputados o direito à livre expressão, amordaçando os críticos, será o começo do fim da “Constituição cidadã”.
 A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

CORONAVÍRUS

Veja o que muda com fim da quarentena em cidades da RMR

Movimentação no primeiro dia após o encerramento da quarentena mais rígida. Na foto, Terminal Integrado de XambáFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco


Com o fim da medida rígida, os cinco municípios voltam a obedecer aos mesmos pontos do restante do Estado

Encerrada nesse domingo (31) após 16 dias, a quarentena em cinco cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) estabilizou a curva da epidemia, segundo estudo divulgado pelo Governo de Pernambuco. O isolamento no Recife e em Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata subiu 2,6 pontos percentuais em comparação aos 16 dias anteriores.

Com o fim da medida rígida, os cinco municípios voltam a obedecer aos mesmos pontos do restante do Estado. O rodízio de veículos, por exemplo, não está mais em operação a partir desta segunda-feira (1º). O Governo de Pernambuco anuncia nesta segunda a retomada gradual das atividades e serviços da economia. O plano prevê um prazo de 11 semanas, dividido em fases para implantação.

Veja o que muda com o fim da quarentena


- Fim do rodízio de veículos
- Não haverá mais bloqueios de fiscalização
- Não será mais necessário apresentar declaração de atividade ou serviço essencial

O que continua valendo


- Recomendação de isolamento social
- Uso obrigatório de máscaras em todo o Estado
- Proibição de aglomeração de mais de 10 pessoas, exceto em atividades essenciais e respeitando as normas sanitárias
- Fechamento de instituições de ensino, comércio, praias, parques, calçadões, bares, restaurantes, academias, cinemas, centros culturais, eventos e outras atividades e estabelecimentos não essenciais
- Bares e restaurantes podem continuar vendendo por delivery ou como ponto de coleta
- Continuam abertos supermercados, padarias, mercadinhos, postos de gasolina, farmácias, bancos, casas lotéricas, casas de ração animal, fornecimento de água mineral e gás, e outros serviços considerados essenciais.



Por: Portal FolhaPE

PREVISÃO DO TEMPO

Previsão é de chuva nas primeiras horas desta terça-feira

Céu nublado com chuvas


As chuvas devem acontecer na RMR e Zonas da Mata Norte e Sul

A previsão do tempo desta terça-feira (2) é de céu parcialmente nublado, com chuva em áreas isoladas, na Região Metropolitana do Recife (RMR). A precipitação deve ocorrer no período da madrugada e primeiras horas da manhã, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Já o Agreste tem previsão de céu parcialmente nublado sem chuva durante todo o dia. A temperatura máxima pode chegar aos 32° C.

Onde também não chove é no Sertão. A região registra a temperatura máxima em 33° C.


 Confira a previsão completa:

Região Metropolitana
Parcialmente nublado com chuva isolada e fraca na madrugada e primeiras horas da manhã.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 31° Mínima: 22°

Mata NorteParcialmente nublado com chuva isolada e fraca na madrugada e primeiras horas da manhã.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 31° Mínima: 23°

Mata SulParcialmente nublado com chuva isolada e fraca na madrugada e primeiras horas da manhã.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 31° Mínima: 21°

AgresteParcialmente nublado sem chuva em toda região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 17°

Sertão de PernambucoParcialmente nublado sem chuva em toda região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 19°

Sertão de São FranciscoParcialmente nublado sem chuva em toda região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 22°



O QUE VOLTA A FUNCIONAR

Construção civil e comércio atacadista voltam a funcionar na próxima segunda em Pernambuco

Governador Paulo CâmaraFoto: Reprodução / Youtube


Plano de Convivência com a Covid-19 prevê um retorno gradativo das atividades com monitoramento de novos casos

A partir da próxima segunda-feira (8), setores da economia como construção civil e o comércio atacadista estão liberados para operar em Pernambuco. O pronunciamento permitindo a volta das atividades foi feito pelo governador do Estado, Paulo Câmara, nesta segunda-feira (1º).

Com o final do período de intensificação da quarentena, o Governo de Pernambuco começa a pôr em prática o “Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19”, que determina a retomada gradual e planejada das atividades econômicas em todo o Estado. O cronograma prevê de que forma 32 setores econômicos terão as medidas restritivas flexibilizadas, e como será a carga operacional desse retorno, que seguirá protocolos gerais e específicos para evitar a transmissão da doença.

O ciclo de reabertura gradativa chegará à flexibilização total ao final de um período de 11 semanas. O calendário é dividido por fases, mas as datas previstas estão sujeitas a alteração, a depender do comportamento da curva de contaminação. Os detalhes do plano foram apresentados nesta segunda-feira (1º), pelos secretários de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, e de Planejamento, Alexandre Rebêlo, em entrevista à imprensa realizada remotamente no Palácio do Campo das Princesas. Na mesma coletiva, o secretário estadual de Saúde, André Longo, detalhou os últimos números da pandemia do novo coronavírus.
Na ocasião, foi explicado que a flexibilização escalonada ocorrerá gradativamente até o Estado chegar ao que se entende por “normalidade controlada”. De acordo com o plano anunciado, serão considerados, prioritariamente, a relevância socioeconômica dos setores e os riscos que o retorno de cada atividade pode representar para a área de saúde. Os próximos 15 dias, inclusive, serão determinantes para testar a segurança da flexibilização e os impactos na saúde da população.
A primeira etapa, iniciada nesta segunda, permite a operação de lojas físicas de material de construção, seguindo novos protocolos de atendimento. Também podem funcionar, mas exclusivamente por delivery, as unidades de varejo de bairro e do Centro, assim como shoppings centers e o comércio atacadista. A partir da próxima segunda, dia 8 de junho, a construção civil iniciará o retorno gradual, tanto na Região Metropolitana do Recife quanto no interior: Na RMR, as obras serão liberadas com 50% dos funcionários e no horário das 9h às 18h. Já no interior, a liberação também é de 50%, sem determinação de horário. O comércio atacadista também poderá atuar a partir da próxima semana, mas na RMR só será permitido no horário das 9h às 18h. Novos protocolos do setor deverão ser respeitados.

No dia 15 de junho, os serviços de atendimento ao público entrarão no circuito de flexibilização. Salões de beleza, barbearias e serviços de estética estarão liberados, mas precisarão atender uma pessoa por vez, por agendamento, sem fila de espera e com higienização entre um cliente e outro. Varejos de bairro também poderão funcionar, mas só em lojas de até 200 metros quadrados.

Shoppings centers, centros comerciais e praça de alimentação poderão adicionar o atendimento via coleta na operação. Vale ressaltar que, na RMR, o horário permitido de coleta será apenas entre 12h e 18h. Treinos de futebol profissional também estarão liberados a partir dessa data. Todos os setores estarão sujeitos a novos protocolos de segurança, baseados em distanciamento social, regras de higiene, monitoramento e comunicação.
O estudo que determina as etapas de convívio e reabertura das atividades econômicas foi produzido ao longo dos últimos dois meses, pelo Comitê Socioeconômico de Enfrentamento ao Coronavírus, do Governo do Estado, em diálogo com as federações de representações empresariais e a Consultoria Deloitte, que utilizou pesquisas de referência mundiais e nacionais.

O restabelecimento escalonado das atividades econômicas e a circulação de pessoas nas próximas semanas estará sob avaliação, e o cumprimento do cronograma depende do comportamento das curvas de contaminação e de mortes provocadas pelo coronavírus.

Atualmente, um grupo formado por agentes da Secretaria estadual de Saúde, em parceria com o Laboratório de Imunopatologia Keiso Asami (Lika), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), além do Porto Digital, mantém atualizado o mapa do impacto da pandemia em todo o Estado.

"Nossa missão é, a partir de agora, ir flexibilizando as atividades dentro de uma programação para ir monitorando o reflexo disso na saúde e nas curvas de contaminação. Assim, vamos saber se podemos seguir em frente ou, eventualmente, o que não gostaríamos, termos que voltar às medidas de contenção”, disse Schwambach.

Semanalmente, serão avaliados três indicadores: os índices de novos casos da Covid-19, sobretudo os relacionados à Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), os índices de óbitos e a ocupação no sistema de saúde. A partir disso, serão definidos os caminhos seguintes.
Confira os protocolos designados pelo Governo de Pernambuco para a retomada econômica: 
Distanciamento Social

- Manter pelo menos 1,5 metro de distância entre colaboradores, clientes e indivíduos em geral;
- Escalonar intervalo de horário de refeição, de modo a evitar aglomeração;
- Evitar o compartilhamento de utensílios de uso pessoal, equipamentos e ferramentas de trabalho como canetas, telefone celular, trenas, espátulas, entre outros;
- Organizar a equipe em grupos ou equipes de trabalho para facilitar a interação reduzida entre os grupos.;
- Os trabalhadores pertencentes ao grupo de risco (com mais de 60 anos ou com comorbidades de risco, de acordo com o Ministério da Saúde) devem ser objeto de atenção especial, priorizando sua permanência na própria residência em teletrabalho ou trabalho remoto;
- Evitar contatos muito próximos, como apertos de mãos, beijos e abraços;
- Demarcar no chão o espaço nas filas, de modo a garantir a distância mínima de um metro e meio entre os clientes;
- Instituir uma barreira física de proteção entre cliente e atendente. Quando não for possível, demarcar no chão o espaçamento entre o cliente e o balcão, de modo a manter uma distância mínima entre cliente e atendente;

Higiene

- Apenas permitir a entrada no estabelecimento de pessoas utilizando máscaras, sejam trabalhadores, clientes ou colaboradores;
- Garantir que os funcionários façam lavagem frequente das mãos com água e sabão ou higienizador à base de álcool 70%, e sempre a realizem ao entrar e sair das instalações da empresa;
- O uso de álcool 70% para limpeza das mãos é obrigatório aos clientes ao entrar e sair do estabelecimento;
- Disponibilizar, para uso dos trabalhadores, colaboradores e clientes, local para lavagem frequente das mãos, provido de sabonete líquido e toalhas de papel descartável ou disponibilizar álcool 70%, em pontos estratégicos de fácil acesso;
- Promover uma boa higiene respiratória (encorajar as pessoas cobrirem espirros, tosse usando o cotovelo) e o cuidado de evitar tocar a boca, o nariz e o rosto com as mãos;
- Fornecer máscaras faciais, mesmo que artesanais, para todos os trabalhadores e colaboradores, conforme decreto do Governo do Estado
- Reforçar a limpeza e a desinfecção das superfícies mais tocadas (mesas, teclados, maçanetas, botões, etc.), pelo menos 3x ao dia;
- Reforçar a limpeza dos banheiros, instalações, áreas e superfícies comuns, antes, durante e após o expediente;
- Higienizar grandes superfícies com sanitizante, contendo cloro ativo, solução de hipoclorito a 1%, sal de amônio quaternário ou produtos similares de mesmo efeito higienizador, observando as medidas de proteção, em particular o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) quando do seu manuseio;
- Caso haja a necessidade de compartilhamento de materiais de trabalho, deve ser realizada a higienização antes da sua utilização por outro trabalhador;
- Não permitir que se beba diretamente de fontes de água. Usar recipientes individuais ou copos descartáveis;
- Não permitir o compartilhamento de copos, garrafas ou talheres;
- Privilegiar a ventilação natural nos locais de trabalho. No caso de aparelho de ar condicionado, verificar a higienização periódica e a adequação de suas manutenções preventivas e corretivas.

Monitoramento e Comunicação
- Identificar as funções que podem efetuar suas atividades por meio de teletrabalho ou trabalho remoto, priorizando, sempre que possível, essa modalidade de trabalho;
- Sempre que possível, manter em trabalho remoto os profissionais enquadrados nos grupos de risco, como idosos, diabéticos, hipertensos, gestantes e lactantes, imunocomprometidos, e os que têm insuficiência cardíaca, renal ou respiratória crônica comprovadas;
- Informar aos colaboradores os sintomas da Covid-19 e que em caso de qualquer sintoma, a recomendação é que o trabalhador permaneça em casa e não compareça ao local de trabalho;
- Instituir mecanismo e procedimentos para que os trabalhadores possam reportar se estiverem com sintomas de gripe ou similares ao da Covid-19 ou se teve contato com pessoa diagnosticada com Covid-19;
- Afastar da frequência presencial no local de trabalho por até 14 dias, os casos acima;
- Esclarecer para todos os trabalhadores e colaboradores os protocolos a serem seguidos em caso de suspeita ou confirmação de COVID-19;
- Caso haja confirmação de trabalhador diagnosticado com COVID-19, deve ser realizada a busca ativa dos trabalhadores que tiveram contato com o trabalhador inicialmente contaminado e comunicá-los;
- Manter nos locais de maior circulação, materiais explicativos de boas práticas de prevenção e higiene a os funcionários, clientes e demais frequentadores em todas as empresas e estabelecimentos;
- Emitir comunicações aos trabalhadores com a orientação sobre a covid-19 assim como boas práticas de prevenção e higiene; 
Fonte: Governo de Pernambuco