GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

domingo, 26 de setembro de 2021

ARMADILHAS DE PARTE DA IMPRENSA

A guerra de narrativas e as armadilhas na imprensa.



Segundo economista Frédéric Bastiat, para entendermos certas situações, é preciso considerarmos tanto "aquilo que se vê, como aquilo que não se vê"!


Para que dessa maneira retornem ao bom senso e se livrem da armadilha do Diabo, que os capturou, a fim de agirem conforme a sua vontade.” (2 Tim 2, 26)

Se quisermos mudar algo em nosso país devemos ficar atentos às coisas, conforme elas acontecem, e saber exatamente como fazer a leitura certa dos fatos!

A esquerda é tinhosa, verdadeira arma do maligno entre nós, e, como tal, usa de todos os artifícios para vencer – como alertou o amigo Angelo em sua Thread, que falava que não devemos retuitar o inimigo para não colocá-los em evidência.

Hoje, existem muitos que acreditam que doutrinação existe só na educação, mas já mostrei aqui, que a doutrinação é feita há muito tempo de várias formas como: novelas, filmes, música e até comerciais — até nos cinemas — e principalmente, nas redações das grandes mídias, motivo do alerta do nosso amigo Angelo!

O que vou mostrar aqui, é como essa armadilha é montada!

Existem, nas grandes redações, dois tipos de esquerdistas: os que acreditam naquilo que escrevem — os que romanceiam a esquerda socialista e/ou acreditam na igualdade de oportunidades — e os que fazem por dinheiro, tal qual os políticos. 

E nesse artigo, vou abordar a armadilha feita por dinheiro!

No dia 23 de setembro, o blogueiro — se jornalista de direita é chamado blogueiro, esse merece o mesmo tratamento — Matheus Leitão escreveu em sua coluna, na Veja, a seguinte matéria: “Barroso impõe mais uma derrota a Bolsonaro e a evangélicos

A referida matéria diz o seguinte em seu primeiro e segundo parágrafos:

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta quinta-feira, 23, que missões religiosas não podem entrar em terras de povos indígenas isolados. A decisão do ministro atende, de forma parcial, pedido feito pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib).

‘Defiro parcialmente a cautelar para explicitar o impedimento de ingressos de missões religiosas em terras indígenas de povos isolados, com base em seu direito à vida e à saúde, conforme decisão já proferida na ADPF 709’, escreveu o ministro em sua decisão.

Independente da decisão do ministro estar certa ou não, notem que a ação foi proposta pelo PT e por uma ONG — um de seus puxadinhos — Além do fato que Barroso só seguiu  decisão do plenário do STF que já tinha um entendimento de que, por conta da pandemia da Covid-19, somente pessoas que tenham autorização da Funai podem entrar nessas terras para proteção da saúde dos índios (ADPF 790).

Aí, vem o terceiro parágrafo:

O ministro esclareceu que sua decisão vale apenas para missões novas que já não estivessem presentes nos locais. ‘A urgência manifestada pelos requerentes, em sede cautelar, tem estrita relação com o risco de contágio e, nesse sentido, parece se relacionar mais imediatamente com o ingresso de novas missões religiosas, e não com a sua permanência, uma vez que, se elas já se encontravam em tais áreas, já tiveram contato com indígenas e o dano que poderia ter ocorrido, ao que tudo indica, não se consumou’.” (Grifei)

Ou seja, o Ministro Barroso proibiu a entrada de novas missões, e não as que já existem lá!

E agora, no quarte e quinto parágrafos é que vem a armadilha colocada pelo blogueiro, em sua matéria:

A decisão de Barroso é um forte revés para Bolsonaro. Além de dar razão ao PT, o ministro aplicou a lei para proteger os povos indígenas, contrariando tanto Bolsonaro quanto seu governo, que insiste em medidas que prejudicam e expõem os indígenas ao risco de morte.

Isso também é uma derrota para a bancada evangélica e suas missões, base de apoio do atual governo, que insistem em avançar sobre esses territórios com o intuito de evangelizar os indígenas, como se eles não pudessem ter a tradição religiosa deles.” (Grifei)

Por que a citação: “Além de dar razão ao PT” — evidenciando o PT?

Onde, como e quando, Bolsonaro tomou medidas que coloquem os indígenas em risco? Cade as provas da acusação?

Como contrariar a bancada evangélica? Se: 

Em sua decisão o ministro só proibiu novas missões e não as já existentes;

Até o momento em que ele publicou a matéria, ninguém sabia da decisão, ou deu qualquer opinião, a não ser ele (Matheus Leitão), e o PT, já que a matéria foi publicada — atenção aqui — dia 23/09 às 19h06min, ou seja, um dia antes de publicada a decisão do ministro no site do STF, o que só aconteceu dia 24/09.

Ou seja, o PT entra com a ação — da qual já sabia o resultado devido a ADPF 790 — e assim que sai a decisão, paga ao blogueiro para fazer a matéria, criando uma narrativa provocativa, fazendo com que os apoiadores do Presidente fiquem revoltados e lancem ataques contra aos ministros do STF, mantendo as tenções e as guerras de narrativas!  

Incita-nos a ira, para depois dizer que estamos “atacando as instituições”!

Temos que nos manter atentos como bons conservadores: ler, refletir e deixar a emoção de lado para evitarmos cair em narrativas e dar armas ao inimigo, parando de bancar nossa própria destruição!

Adilson Veiga

PRESIDENTE NACIONAL DO DEMOCRATAS

ACM Neto: Não vamos trabalhar para conter debandada



O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, falou sobre a expectativa para a fusão com o PSL, que deve ocorrer em outubro. Juntos, os dois partidos reúnem 81 parlamentares. 

Ao ser questionado pelo Blog sobre uma provável saída em massa de congressistas bolsonaristas da nova legenda, foi claro: "Nós não vamos trabalhar para conter essa debandada." A declaração ocorreu durante entrevista concedida, hoje, após o ato de filiação do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, ao DEM no Recife.

"A gente tem que olhar para o planejamento desejado para 2022, e não para a fotografia de 2018. Então, nós já consideramos, em um primeiro momento, quando a fusão se concretizar, haverá saídas do novo partido", continuou.

De acordo com ACM Neto, a fuga de parlamentares já era prevista: "Nós vamos fundir, a janela (partidária) vai ser aberta e é natural que muitos saiam. Aqueles que não estiverem sintonizados, satisfeitos e, mais do que isso, aqueles que não tiverem uma visão coincidente com a nossa vão acabar saindo. Eu considero, inclusive, algo positivo."

Para o ex-prefeito de Salvador e pré-candidato ao Governo da Bahia, o que importa é o formato da nova sigla em março, quando abre a janela partidária: "Em entendimento com o presidente Bivar, e, claro, com a direção dos dois partidos, nós estamos desenhando qual é o formato ideal para o novo partido em cada estado. Em alguns, já está resolvido: na largada, sabemos como o partido vai ficar organizado. Em outros, nós estamos em um processo de diálogo, sem pressa. Então, o objetivo não é o tamanho do partido já em outubro, quando a fusão deverá ser oficializada. O objetivo é o tamanho do partido em março."

Ainda segundo ACM, o novo partido só define qual projeto nacional vai seguir após a janela partidária.


 Por Houldine Nascimento, da equipe do Blog

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Senado debate mudanças na Lei de Improbidade Administrativa

Debate foi proposto pelo senador Alvaro Dias. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado


Uma das principais mudanças é a punição apenas para agentes públicos que agirem com intenção de lesar a administração pública


A possibilidade de revisão da Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429, de 1992) por meio de um projeto, o PL 2.505/2021, será discutida em audiência pública interativa na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado nesta terça-feira (28), a partir das 9h.

O debate foi proposto em requerimento (RQS 3/2021) do senador Alvaro Dias (Podemos-PR). A reunião será semipresencial, com senadores e convidados participando tanto presencialmente como por videoconferência.

O projeto

O PL 2.505/2021 teve origem na Câmara dos Deputados (onde tramitou como PL 10.887/2018). Uma das principais mudanças previstas nesse projeto de lei é a punição apenas para agentes públicos que agirem com dolo, ou seja, com intenção de lesar a administração pública.

De acordo com a proposta, o agente público será punido se agir com intenção de cometer crime, não bastando a voluntariedade do agente. O mero exercício da função ou desempenho de competências públicas ou a interpretação da lei sem comprovação de ato doloso com fim ilícito também afastariam a responsabilidade do autor.

Impunidade

Em seu requerimento, Alvaro Dias destaca a preocupação de várias entidades da sociedade civil com o risco de que mudanças na Lei de Improbidade resultem no aumento dos índices de impunidade, dos casos de corrupção e de dilapidação do patrimônio público.

“A atual lei propiciou inegáveis avanços, tanto em termos éticos quanto econômicos. É preciso, portanto, que as mudanças sejam mais bem debatidas, não apenas por juristas e entidades de classe, mas também pelos movimentos da sociedade civil que estão ligados ao tema da transparência e do combate à corrupção”, defendeu o senador. (Senado)

COMENTARISTA IDIOTA

Eliane Cantanhêde reclama de ‘apagão’ e Neoenergia responde que disjuntor estava desligado

A comentarista do ‘GloboNews Em Pauta’, Eliane Cantanhêde usou a sua conta do Twitter no início da manhã deste sábado (25), para reclamar da falta de energia em sua residência. Na publicação, a jornalista marcou a fornecedora Neoenergia – empresa de energia elétrica privada.

“É razoável a casa ficar sem energia elétrica desde as 18:15 até agora, 23h? Não aparecer um único técnico? A Neoenergia não dar uma mínima satisfação que seja? Aparentemente, são essas as maravilhas das privatizações no DF”, escreveu a jornalista no Twitter.

Sete horas depois, a Eliane Cantanhê voltou a reclamar. “Agora são 12 horas sem luz em casa e sem atendimento. Apagão da Neoenergia.”, disse a colunista do jornal o Estado de S. Paulo.

Eis a resposta da Neoenergia:

“Nossas equipes estiveram no local às 1h30 da madrugada, mas não conseguiram contato. Foi constatado que a rede de energia não apresentava defeitos. Por volta das 7h20, retornaram e constataram que o disjuntor interno da residência estava desligado. Desculpe os transtornos”, escreveu a Neoenergia pelo Twitter

De Gazeta Brasil

DEFESA DO CONSUMIDOR

Comissão aprova medida que obriga criação de conta bancária

Assim como em outros países, a maior preocupação é com o fim da privacidade em relação aonde se gasta o dinheiro. Foto: Divulgação PF


Deputados proibiram uso de dinheiro em espécie para pagamentos acima de R$ 10 mil, que deverão ser feitos exclusivamente por meio eletrônico


A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou proposta que autoriza a criação de limites para transações em dinheiro em espécie. O objetivo é combater a lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros, já que as transações eletrônicas são fiscalizadas pelas autoridades.

O texto aprovado é o substitutivo do deputado Vinícius Carvalho (Republicanos-SP) ao Projeto de Lei 75/19, do deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP). Carvalho avaliou que o texto original, que veda transações em espécie acima de R$ 10 mil, cria regras muito específicas e pode gerar conflito com atribuições do Banco Central e do Conselho Monetário Nacional (CMN).

Por isso, o relator optou por alterar a Lei de Lavagem de Dinheiro para autorizar o CMN a estabelecer valores máximos para as transações com dinheiro em espécie por clientes de instituições financeiras e para o pagamento de cheques em espécie pelos bancos. As transações fora do teto deverão ser obrigatoriamente realizadas por meio eletrônico ou mediante crédito em conta bancária.

Vinícius Carvalho destacou que diversos países implementaram medidas para reduzir o trâmite de recursos em espécie, exemplo que deveria ser seguido pelo Brasil. As regras, no entanto, devem ser feitas pelo Conselho Monetário Nacional e não definidas minuciosamente em lei.

“Tal conflito poderia gerar insegurança jurídica e conflito de competências constitucionais. Em vez disso, entendemos mais pertinente estabelecer diretrizes para que o próprio Conselho Monetário Nacional as implemente, aproveitando a expertise do Banco Central para os estabelecimentos dos valores e limites”, defendeu.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. (Câmara)


Diario do Poder



REUNINDO PREFEITOS

Ato de filiação de Miguel ao DEM reúne 34 prefeitos


Trinta e quatro prefeitos estiveram hoje no ato de filiação do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, ao Democratas, no Recife. Destes, quatro eram de fora de Pernambuco, com destaque para Bruno Cunha Lima (Campina Grande), do PSD, além de Bruno Reis (Salvador) e Gean Loureiro (Florianópolis), ambos do DEM.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e os governadores Ronaldo Caiado (Goiás) e Mauro Mendes (Mato Grosso) enviaram declarações em vídeo. Lideranças de 11 partidos prestigiaram o encontro: DEM, MDB, PSB, PSL, PP, PTB, PSD, Podemos, Avante, PSDB e PV.

Presidente estadual do Podemos, o deputado federal Ricardo Teobaldo participou do evento, assim como o prefeito de Limoeiro, Orlando Jorge, um de seus liderados. Houve a presença de gestores de siglas que integram a Frente Popular, a exemplo da prefeita de Cortês, Fátima Borba (Republicanos); dos prefeitos de Paulista, Yves Ribeiro, e Toritama, Edilson Tavares (ambos do MDB); e dos já mencionados Zé Martins (João Alfredo) e Juarez da Banana (Machados), do PSB.

A família Sales também compareceu: a prefeita de Ipojuca, Célia Sales, o deputado estadual Romero Filho e o ex-secretário municipal de Governo Romero Sales, todos do PTB. Dos gestores do DEM no Estado, destaque para as prefeitas Lucielle Laurentino (Bezerros), Juliana de Chaparral (Casinhas) e Gilvandro Estrela (Belo Jardim).

Do PSL, que fará fusão com o Democratas, estiveram no encontro: Raimundo Pimentel (Araripina) e Helbinha de Rodrigues (Trindade).


 Por Houldine Nascimento, da equipe do Blog

SANTA CRUZ - OBSERVANDO A BASE

Atletas da base ganham respaldo de Roberto Fernandes no Santa Cruz

Marcelinho, destaque do sub-20, foi alçado pela primeira vez entre os profissionais (Foto: Paulo Paiva/DP Foto)



Treinador lançou pratas da casa na partida contra o Botafogo-PB para fins de observação


Pensando na preliminar da Copa do Nordeste de 2022, o técnico Roberto Fernandes usou a última rodada da Série C como laboratório. Além de promover à titularidade atletas que não vinham atuando no time principal, o comandante tricolor lançou muitos jogadores oriundos das categorias de base do clube, visando alçá-los ao plantel principal.

Na partida de ontem, por exemplo, o gol do Santa Cruz foi marcado por Eduardo, lateral esquerdo de origem, mas que vinha treinando como meia atacante. O jogador entrou no intervalo e com poucos minutos empatou a partida para o Tricolor, com assistência do também prata da casa Léo Gaúcho. O meia João Cardoso, também da base tricolor, atuou como titular, sendo substituído na etapa final. Por fim, o meia atacante Marcelinho, destaque do sub-20, foi lançado pela primeira vez entre os profissionais.

Na coletiva de ontem, o treinador coral falou sobre o seu histórico com a promoção de jovens jogadores à equipe principal. “Eu acho que o torcedor que conhece o meu trabalho aqui sabe que a gente tem como característica valorizar a prata da casa. No ano que nós fomos campeões com o Náutico em 2018, salvo engano subiram 16 meninos da base e deram resultados. É uma base que está jogando até hoje, foi bicampeã pernambucana e campeã da Série C”.

“Quanto você está em uma situação como a do Santa”, prosseguiu, “você tem que ter um trabalho consistente na base, porque eu sou absolutamente contra subir por subir. Tem que subir por meritocracia. Quem vier contratado vai ter que ser melhor. Se for igual, você tem que valorizar o prata da casa”, inferiu Roberto.

DP

SPORT - BRONCA NA REGULARIZAÇÃO

Diretor de futebol do Sport alega que o problema na regularização de Jeferson foi no site da CBF

Lateral não teve seu nome divulgado no BID e corre risco de não atuar pelo Leão nesta Série A (Foto: Anderson Stevens/Sport)



Gabriel Campos afirma que o clube tem registrado o envio da documentação dentro do prazo


O lateral direito Jeferson foi o último reforço anunciado pelo Leão para a sequência da Série A do Campeonato Brasileiro, mas corre o risco de não atuar com a camisa rubro-negra este ano. Isso porque o atleta não apareceu no BID até agora e o prazo para inscrição de novos atletas para o Brasileirão foi até ontem (24).

Sobre esse imbróglio, o diretor de futebol leonino Gabriel Campos afirma que o clube cumpriu os prazos e documentações necessárias, mas o problema estava no site da CBF. “A questão do Jeferson não foi nada do Sport. Foi um problema do sistema da CBF. A gente ‘subiu’ a documentação dele às 14h, estava tudo certinho. A gente está com o departamento jurídico trabalhando porque temos tudo registrado, a hora que entramos com a documentação, contrato assinado de forma digital pelo presidente, tudo certo. Não tem nada que o Sport tenha feito de forma negligente”, declarou Campos.

Ainda segundo o dirigente, o departamento jurídico do clube irá acionar a entidade no início da próxima semana para provar que o atleta foi inscrito dentro do prazo determinado e a expectativa é que o lateral possa atuar pelo Leão este ano. 

SANTA CRUZ - SINCERIDADE TOTAL

'Se jogar na seletiva o que jogou hoje, não classifica', diz Roberto Fernandes após o empate diante do Botafogo-PB

Treinador tricolor utilizou a partida contra o Botafogo-PB para observar alguns atletas visando o Nordestão (Foto: Paulo Paiva/DP Foto)



Partida que marcou a despedida da Série C serviu para o treinador, que ainda não tem permanência assegurada, observar melhor o elenco


Após o empate por 1 a 1 diante do Botafogo-PB, o técnico Roberto Fernandes declarou que a partida contra o Belo serviu para observar jogadores que não vinham atuando na equipe titular visando a fase preliminar da Copa do Nordeste de 2022. Este, que é o próximo compromisso oficial do Tricolor, só ocorrerá na segunda quinzena de outubro. 

Questionado sobre a equipe que levou a campo, o comandante coral explicou suas intenções para a partida de hoje. “O principal objetivo do jogo de hoje, além de não terminar a competição perdendo, resultado que eu acredito que foi o que mais se colheu até e isso é uma vergonha, tirando esse objetivo, era de fazer observações. Essa equipe não vinha sendo treinada. Se a gente tivesse brigando por classificação ou contra o rebaixamento, evidentemente não levaríamos essa formação a campo. Não posso cobrar em termo de desempenho como equipe”.

Ainda que sua permanência no Arruda não esteja assegurada, Roberto foi incisivo para falar sobre o desempenho da equipe na partida de hoje e nas suas expectativas em relação à seletiva do Nordestão 2022.

“O que a gente queria era dar ritmo de jogo a alguns atletas e observar outros. Não é mistério pra ninguém que tivemos uma semana com algumas modificações e liberações dentro do elenco e nós vamos agora para um novo momento, um novo ciclo dessa seletiva e nós precisamos ir com um espírito, um perfil, totalmente diferente do que tivemos até agora. Evidentemente há algo para melhorar. Se a gente jogar o que jogou hoje, não classifica”, disparou. 

DP

SPORT - INVENCIBILIDADE HISTÓRICA

Sport enfrenta o Fortaleza em busca de manter invencibilidade histórica em confronto entre as equipes

Mikael deve ser titular na partida contra o Fortaleza. (Foto: Anderson Stevens/Sport)



O rubro-negro pernambucano nunca foi derrotado como mandante pela equipe cearense


Em estado de alerta na disputa da Série A do Campeonato Brasileiro, o Sport tem um novo desafio para tentar afastar a fase ruim vivido na competição. O Leão pernambucano enfrenta a equipe do Fortaleza, neste domingo (26), às 18h15, na Arena de Pernambuco, em partida válida pela 22ª rodada do Brasileirão.

Neste confronto, o Sport entra em campo para defender uma invencibilidade histórica de nunca ter perdido como mandante em partida contra o Fortaleza. Ao total, 14 jogos foram realizados em solo pernambucano, com 12 vitórias para o rubro-negro e dois empates. Porém, o momento das duas equipes são bem distintas e essa boa sequência do Leão da Ilha, talvez, nunca esteve tão ameaçado.

Isso porque o Fortaleza é o 4º colocado na tabela de classificação, enquanto o Sport é o 19º colocado, não marca um gol há sete rodadas e, consequentemente, também não vence na mesma quantidade de partidas. 

Para a partida, Florentín vai poder contar com alguns retornos de jogadores como são os casos de Zé Welison e Thiago Lopes. O volante esteve fora da partida contra o Atlético-MG, por motivo de acordos contratuais, e o meia-atacante retorna após um longo período se recuperando de uma tendinite no tornozelo. Por outro lado, o paraguaio perde o zagueiro Rafael Thyere, que sofreu o terceiro cartão amarelo no último compromisso da equipe rubro-negra, e cumprirá suspensão contra o Fortaleza.

Nessa semana, Nicolás Aguirre, Vander e Jeferson, novos reforços do Sport, já treinaram no clube, mas não foram relacionados para a partida. “Em relação aos três jogadores que chegaram, eles estão trabalhando muito no aspecto físico. Tanto Aguirre, quanto Vander tiveram essa semana para trabalhar intensamente nesse aspecto físico e Jeferson vinha jogando. Então, vamos torcer para que a partir da próxima semana, principalmente os dois primeiros, possam participar do jogo que vamos ter contra o Grêmio”, disse Florentín.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES:
SPORT
Mailson; Hayner, Pedro Henrique, Sabino, Sander; Marcão, Zé Welison , Hernanes, Gustavo (Everton Felipe), Paulinho Moccelin e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín.

FORTALEZA
Felipe Alves; Tinga, Benevenuto, Titi; Yago Pikachu, Éderson, Jussa (Felipe), Lucas Lima, Lucas Crispim; Robson e Ángelo Henríquez. Técnico: Juan Pablo Vojvoda


Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE.
Horário: 18h15.
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães.
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Lilian da Silva Fernandes Bruno.

DP

sábado, 25 de setembro de 2021

ONDE ESTAVA O STF ?

Invasão à bolsa de valores foi um ‘ato antidemocrático’, protesta o empresário Salim Mattar

Empresário Salim Mattar | Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil


"Estou aguardando o que 'as autoridades' vão fazer", tuitou

O empresário Salim Mattar, ex-secretário de Desestatização do Governo Bolsonaro, foi às redes sociais neste sábado, 25, para cobrar respostas das autoridades sobre a invasão feita pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) à B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, na quinta-feira 23.

“Aquela invasão à bolsa de valores aplaudida por parte da esquerda é um ato antidemocrático e uma violação ao artigo 5º. da Constituição. Estou aguardando o que ‘as autoridades’ vão fazer”, tuitou. 

O líder do MTST, Guilherme Boulos (Psol), já disse que as invasões não devem parar por aí: “Essa foi uma primeira ação de um conjunto que o MTST deve fazer”.

Afonso Marangoni

CAMPEONATO BRASILEIRO

Na despedida da Série C, Santa Cruz empata com o Botafogo-PB na Arena de Pernambuco

Em jogo movimentado, Santa Cruz se despede da série C com um empate (Foto: Paulo Paiva/DP Foto)


Já rebaixado, tricolor amargou mais um jogo sem vitória; o Belo segue para a próxima fase da competição


Em jogo que possuía pouco valor para o Santa Cruz, mas valia a classificação do Botafogo-PB para o quadrangular final, as equipes empataram em 1 a 1 em partida movimentada na Arena de Pernambuco. O alvinegro abriu o placar no final do primeiro tempo com Cleyton cobrando pênalti. Na etapa final, Eduardo empatou e deu números finais à partida.

O Tricolor, já rebaixado à Série D, só joga agora em outubro, na fase preliminar da Copa do Nordeste 2022. O Botafogo segue para o quadrangular final, mantendo vivo o sonho do acesso à Série B em 2022.

O JOGO


O técnico Roberto Fernandes pôs em campo uma formação um pouco diferente, promovendo o goleiro Marcão à titularidade e dispondo uma formação com zagueiros de origem em campo. O Botafogo foi dono das melhores oportunidades no primeiro tempo, chegando de forma mais organizada à meta tricolor. Nas primeiras oportunidades que teve, o Belo esbarrou no arqueiro coral e, por vezes, na própria falta de pontaria e criatividade. A melhor oportunidade do Santa ficou por conta de uma jogada de Frank pelo flanco esquerdo, mas que não teve conclusão na área e em finalizações de fora da área de Rafael Castro e Maycon Lucas. Em duas oportunidades, os paraibanos pediram pênalti de Breno Calixto, mas a arbitragem nada assinalou. Na reta final da primeira etapa, Cleyton quase abriu o marcador por duas vezes, sendo bloqueado em ambas por Júnior Sergipano.


Até que aos 42 minutos, o árbitro assinalou pênalti de Rafael Castro. Na cobrança, Cleyton deslocou o goleiro Marcão e abriu a contagem para o Belo já próximo dos 45 minutos regulamentares.


SEGUNDO TEMPO


Com três alterações, Roberto Fernandes abdicou do esquema com três zagueiros e trouxe maior ofensividade à equipe coral para a etapa final. E um dos suplentes, Leonan, foi quem chegou ao ataque pela primeira vez em arremate de fora da área. O alvinegro paraibano revidou também de fora da área com chute de Clayton, Marcão mandou para escanteio. Na cobrança, o arqueiro tricolor saiu mal do gol e por pouco o Botafogo não amplia o marcador.


Até que aos 15 minutos, os suplentes mostraram serviço. Após cruzamento da direita, Léo Gaúcho recebe, faz o pivô e passa para Eduardo, que finaliza e, contando com o desvio na defesa, vence o goleiro Felipe. O Tricolor continuou em cima, chegando à meta paraibana com finalizações de Gilmar e novamente Eduardo. O jogo ficou mais truncado e com pouca ofensividade, até que aos o Santa quase . Luã Lúcio, que entrou no segundo tempo, contragolpeou pela equipe paraibana, ao finalizar de fora da área, mas a zaga mandou para escanteio.


FICHA TÉCNICA


SANTA CRUZ

Marcão; Rafael Castro, Breno Calixto (Leonan) e Júnior Sergipano; Gilmar, Tarcisio (Eduardo), Maycon Lucas e João Cardoso; Frank (Marcelinho), Lelê e Pipico (Léo Gaúcho). Téc. Roberto Fernandes



BOTAFOGO-PB

Felipe; Savio, D. Felipe, W. Machado e Tsunami; Tinga, Pablo (Amaral), Clayton (Ederson) e Cleyton (Marcos Aurélio); Welton (Gabriel Araújo) e Juba (Luã Lúcio). Téc. Gerson Gusmão



Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)

Assistentes: Leila Naiara Moreira da Cruz e Lucas Costa Modesto (Ambos DF)

Local: Arena de Pernambuco

Gols: Eduardo (STA) Cleyton (BOT)

Cartões Amarelos: Júnior Sergipano e Maycon Lucas (STA); Clayton (BOT


DP

HIPOCRISIA DA CNN

Em junho, dono da CNN Brasil defendeu o tratamento precoce

Rubens Menin, dono da CNN Brasil Foto: Reprodução


Nesta sexta-feira, o jornalista Alexandre Garcia foi desligado da emissora por defender tratamento precoce contra Covid-19



Nesta sexta-feira (24), o jornalista Alexandre Garcia foi demitido da CNN Brasil. Por meio de nota, a emissora explicou que o profissional teve o contrato rescindido por defender o tratamento precoce contra a Covid-19.

– A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24). A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada – diz a nota da CNN.

No entanto, em junho de 2021, em uma publicação nas redes sociais, o dono da CNN Brasil, Rubens Menin, defendeu o tratamento precoce para a Covid-19 e disse não entender a lógica de “retardar qualquer tratamento”. Para o empresário, quanto antes se começar a tratar as doenças, melhor o resultado.

– Mesmo para leigos como eu, parece bastante óbvio, quanto mais cedo começarmos um tratamento médico de qualquer doença, inclusive COVID, melhores serão os resultados”, escreveu o empresário. Não entendo a lógica que alguns defendem , em retardar qualquer tratamento. Imagino que as chances serão menores – apontou.

Em outro comentário, Menin defendeu a necessidade de “despolitizar a saúde”.

– Perfeito Rafael. Existem muitos medicamentos que minimizam os danos da COVID. Apesar de não existir cura, alguns tratamentos trazem resultados. Hospitais de renome tem protocolos que reduzem a mortalidade em relação a media nacional. Precisamos despolitizar a saúde – completou.



LADRÕES ARREPENDIDOS

Ladrões se arrependem e devolvem saxofone roubado em igreja

Ladrões devolveram instrumento roubado Foto: Reprodução/Redes sociais


Caso aconteceu em Santo André



O membro de uma igreja da Congregação Cristã do Brasil, no bairro Jardim Las Vegas, em Santo André (SP) foi assaltado no último domingo (19). O roubo aconteceu em frente ao templo, quando a vítima chegou para participar do culto.

O homem foi rendido por dois assaltantes, que levaram seu veículo, uma Bíblia e o saxofone usado na igreja.

Porém, os bandidos se arrependeram. O carro da vítima foi encontrado junto com a chave e a carteira, na qual estavam todos os documentos da vítima. Os ladrões, no entanto, ficaram com pequena quantia em dinheiro, uma bíblia e um hinário.

O que mais chamou a atenção dos fiéis da igreja foi o fato de, dois dias após o assalto, os bandidos também terem devolvido o instrumento musical. A câmera de segurança registrou que duas pessoas jogaram o saxofone por cima do portão do templo.

Dentro da caixa do instrumento estava um bilhete, no qual havia um pedido de perdão.

Um vídeo, sobre o assalto e a devolução dos itens, foi compartilhado nas redes sociais e viralizou.

Segundo o Diário do Grande ABC, a vítima do roubo foi marceneiro Thiago Tadeu Garcia, de 40 anos. Ao jornal, ele falou sobre o alívio de ter recuperado os bens.

Thiago também contou que ficou emocionado quando leu o bilhete.

– Não sabia se ria ou chorava, só ficava tremendo. Achei a atitude deles muito bonita, não tenho raiva do que aconteceu. Não podemos julgar as pessoas. Acredito que houve um arrependimento por parte deles e senti verdade nisso, vou guardar essa carta para sempre.

Pleno.News