GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

SPORT - SOLIDÁRIO AO AMIGO

Sem casos de Covid-19 no Sport, Jair Ventura se solidariza com Gilson Kleina e Martelotte

Jair se solidarizou com os colegas Gilson Kleina e Marcelo Martelotte (Foto: Anderson Stevens/Sport)



Jair Ventura mandou mensagem se solidarizando com os treinadores de Náutico e Santa Cruz, que testaram positivo para Covid-19 nos últimos dias


O futebol brasileiro retornou em meio à pandemia do novo coronavírus e os clubes, de todas as divisões, tiveram que lidar com os desfalques por Covid-19. Uns mais e outros menos. No Sport, por exemplo, apenas o lateral esquerdo Luciano Juba foi infectado, mas antes de começar a Série A. Sem casos desde que chegou ao clube, o técnico Jair Ventura fez questão de se solidarizar com os companheiros de profissão Gilson Kleina e Marcelo Martelotte. O técnico do Náutico e do Santa Cruz, respectivamente, testaram positivo nos últimos dias.

“Eu mandei mensagem e fui solidário com o Gilson (Kleina) e com o (Marcelo) Martelotte, dois companheiros de profissão que acabaram testando positivo. Eu tenho amizade com os dois, mandei mensagem desejando melhoras. Não é porque a gente não teve (casos) que fazemos uma precaução melhor do que os nossos companheiros de profissão”, destacou o treinador rubro-negro.

Diferente dos rivais Náutico e Santa Cruz, o Sport não sofreu desfalques por Covid-19 no Campeonato Brasileiro. Apesar de destacar que o clube não está imune, Jair Ventura revelou que internamente o tema tem sido constantemente tratado entre os jogadores e o departamento médico. Na Série A, clubes como o Fluminense e o Flamengo tiveram vários casos dentro do elenco, no mesmo intervalo de tempo. Logo na estreia, pelo grande número de atletas infectados, o Goiás teve a partida contra o São Paulo adiada.

“A gente trata com muito respeito. Sabemos da importância dos mínimos detalhes e ficamos felizes de não ter acontecido uma onda aqui dentro do Sport. Temos um departamento médico que toma todas as precauções possíveis para que isso não aconteça. Nós não estamos imunes, é claro, mas seguimos fazendo as nossas prevenções para que isso não possa vir a atrapalhar”, explicou Jair Ventura.

DP

NÁUTICO - NECESSIDADE DE VENCER

Simões aponta para necessidade de sequência de vitórias para subir na tabela da Série B

'Estamos nos preparando bem para chegar lá, fazer um grande jogo e conseguir uma vitória', disse. (Foto: Caio Falcão/CNC)



Lateral comenta que apesar das dificuldades, Náutico buscará vitória no confronto de sábado para iniciar returno mais afastado do Z4 da Segundona


Se o objetivo final do Náutico ao fim da Série B é estar entre os quatro primeiros e obter o acesso à elite do futebol nacional, a atual realidade do clube é bem distante disso. Empatado em pontos com o Figueirense, primeiro clube na zona de rebaixamento, o Timbu buscará neste sábado, em Maceió, bater o embalado CSA para se distanciar da confusão. 

Com cinco vitórias consecutivas em casa, o Azulão do Mutange vem em ascensão no torneio depois da chegada do técnico Mozart. Por isso, o lateral Wilian Simões destacou a dificuldade do jogo em Maceió, mas ressaltando que o Náutico precisa recuperar os pontos perdidos em casa diante do Cruzeiro para não se complicar na sequência do campeonato. 

“É um jogo muito difícil, onde a gente sabe que o CSA encaixou algumas vitórias seguidas e conseguiu subir na tabela. Estamos nos preparando bem para chegar lá, fazer um grande jogo e conseguir uma vitória. Viemos de um empate em casa, onde vínhamos vencendo e tomamos o empate no final. E agora é buscar esses pontos fora, porque o campeonato começa a entrar no segundo turno daqui a pouco, e se não conseguirmos reagir, podemos começar a passar mais dificuldades na parte de baixo da tabela. Então esse jogo vai ser de muita importância para irmos lá, pontuar e de preferência sair com os três pontos.”

Apesar das dificuldades de pegar um time invicto há seis jogos fora de casa, a partida é vista pelos jogadores como uma oportunidade de iniciar uma sequência de vitórias que seria fundamental para que o clube voltasse a se aproximar das primeiras posições na classificação do torneio. 

“A equipe voltou a evoluir e eu creio que para continuarmos com esse processo precisamos seguir pontuando. Nesse jogo diante do CSA é de suma importância que consigamos trazer pontos e para isso vamos para Maceió muito concentrados e motivados para continuar subindo na tabela. Se formos lá e conseguirmos a vitória, temos um jogo em casa e vamos lutar para vencer também e, assim, já poderemos encostar novamente no pelotão de cima”, contou.

DP

SANTA CRUZ - ESQUEMA TÁTICO CONTINUA

Interino, Thiago Duarte celebra oportunidade no Santa Cruz e promete continuidade tática

Thiago Duarte substitui Martelotte no jogo contra o lanterna Imperatriz (Foto: Acervo pesso



Auxiliar coral estará à beira do gramado neste sábado, contra o Imperatriz, substituindo Marcelo Martelotte, que se recupera da Covid-19


A área técnica do Santa Cruz terá uma cara diferente neste sábado. Enquanto Marcelo Martelotte cumpre isolamento para se recuperar da Covid-19, o time será treinado pelo auxiliar técnico Thiago Duarte, que concedeu entrevista exclusiva ao Diario. Celebrando a chance de comandar a equipe, ele prometeu manutenção no padrão tático do Santa.

"A sensação de estar assumindo a equipe é maravilhosa, de estar representando essa instituição que eu aprendi a amar, com essa torcida amorosa que está me dando apoio constantemente, e estou muito feliz. Espero que consiga colocar em prática as orientações do Marcelo, que eu consiga ter serenidade para que possa orientar a equipe para que a gente consiga manter a consistência e nos aperfeiçoar na nossa forma de jogar", afirmou Thiago Duarte.

Com passagens por Grêmio, Avaí, América/MG, Bahia, Sport e Seleção Brasileira, Thiago chegou ao Santa Cruz como auxiliar de Milton Mendes. Com a saída do treinador, ele também saiu, mas logo retornou, no posto de coordenador técnico. Durante a passagem de Itamar Schülle, ele perdeu espaço e chegou a passar um tempo afastado do clube, mas voltou ao posto de auxiliar com a chegada de Marcelo Martelotte ao time.

Quem acompanhar o jogo, porém, não deve esperar um time de acordo com o pensamento tático de Thiago Duarte. "Comigo no comando, não pode se esperar nada diferente do que vinha sendo. Estou aqui para seguir as orientações do Marcelo, para que a gente consiga manter nosso padrão de equipe, cobrar individualmente os atletas por uma alta performance. A gente precisa manter nossa consistência enquanto equipe".

Nessa mesma linha, o interino também reforçou que o time não deve ter a motivação abalada pela ausência do treinador, que cumpre isolamento, assim como os atacante Negueba e Caio Mancha.

"A motivação da equipe está muito grande. Nossos objetivos estão muito palpáveis, muito próximos de ser alcançados, então é um momento que a gente não pode perder a concentração. O Marcelo vai estar presente com a energia dele, com as orientações dele. Eu estou aqui para representá-lo, mas ele vai estar aqui presente de forma online, nas palestras, nas orientações remotas", concluiu Thiago Duarte.

DP

SPORT - PROJETANDO VITÓRIA

Patric projeta vitória do Sport contra o Athletico para encerrar o 1º turno longe do Z-4

Patric é o único jogador do Sport a disputar todos os jogos na Série A (Foto: Anderson Stevens/Sport)



O Sport é o 12º colocado da Série A com 21 pontos, três a mais do que o Vasco, primeiro time da zona de rebaixamento; Athletico é o 18º com 16 pontos


Mesmo depois de conquistar um bom resultado contra o Atlético-MG na última rodada da Série A, quebrando uma sequência de quatro derrotas consecutivas, o Sport viu a distância para a zona de rebaixamento diminuir para três pontos. Projetando o confronto direto contra o Athletico no próximo domingo, na Ilha do Retiro, o lateral direito e capitão Patric comentou a importância da vitória para o Leão terminar o primeiro turno da competição longe do Z-4.

“É uma semana cheia de preparação para esse jogo decisivo. É um confronto direto, pois o Athletico está na zona de rebaixamento. Se vencermos, abriremos oito pontos deles. Os vagões entraram no trilho após a última rodada. Conseguimos um bom resultado, fora de casa, contra o Atlético-MG. Joguei muito tempo lá e sei quanto é difícil terminar uma partida sem sofrer gol deles. Nosso time teve esse mérito e estamos motivados para voltarmos a vencer diante do Athletico”, disse o lateral.

Atualmente, o Sport ocupa a 12ª colocação com 21 pontos, três a mais do que o Vasco, primeiro time da zona de rebaixamento. Já o Athletico está na 18ª posição com 16 pontos e não vence há seis partidas. Em caso de vitória, o Leão pode abrir até seis pontos de distância do Z-4. Para isso, o time rubro-negro conta com a experiência de Patric dentro de campo. O lateral é uma das referências da equipe, sendo o único jogador a disputar todos os jogos do Sport na competição até aqui.

“Pela minha rodagem no futebol, tento ser um espelho para os mais jovens. Vejo um elenco unido do Sport, de um ajudando o outro, mas também se cobrando quando tem que cobrar. Nossa equipe vem procurando neutralizar a força dos nossos rivais e quando temos a oportunidade procuramos ser decisivos. Estou contente dentro e fora das quatro linhas em Recife. Quero ajudar cada vez mais o Sport, clube que sempre tive muito carinho”, destacou Patric.

DP

SANTA CRUZ - O TRABALHO NO CT CONTINUA

 SEGUNDO CAMPO DE TREINAMENTO DO CT NINHO DAS COBRAS

Segundo campo de treinamento CT Ninho das Cobras


O Santa Cruz Futebol Clube por intermédio da Comissão Patrimonial vem trabalhando muito para entregar o mais rápido possível o segundo campo de treinamento do CT Ninho das Cobras, o referido campo começou a ser construído logo depois da inauguração do primeiro equipamento.

Para se ter uma ideia primeiro veio a drenagem, irrigação, muro de arrimo, 270 caçambas de areia, 270 caçambas de brita para dar suporte a drenagem e finalmente o plantio da grama, só que nesse interim veio a pandemia e toda obra teve que ser paralisada, mesmo assim a Comissão Patrimonial do Santa Cruz continuou trabalhando aos trancos e barrancos, e na semana passada chegaram as traves do segundo campo de treinamento que já foram instaladas.

Mas a Comissão Patrimonial afirma que faltam R$ 100 mil reais para a conclusão do segundo campo, principalmente para se comprar o alambrado e a tela de proteção.

Para que isso seja viabilizado a Comissão Patrimonial está vendendo o livro que conta a história do Santa Cruz ao preço de mil reais divididos em 10 vezes,

Também estão sendo disponibilizados para os torcedores e sócios do tricolor do Arruda títulos patrimoniais Classe Ouro ao preço de R$ 3.700,00 (três mil e setecentos reais) divididos também em 10 vezes no cartão, com direito de participar do sorteio de um camarote no segundo andar para 12 pessoas doado pela Comissão Patrimonial.

Como também o Santa Cruz está vendendo 1.500 cadeiras no estádio José do Rego Maciel ao preço de R$ 1.500.00 (hum mil e quinhentos reais), divididos em 36 vezes com mensalidades de R$ 41,67 reais mensais.

Mesmo com todo problema da pandemia e recessão a Comissão Patrimonial não para de trabalhar em prol do Santa Cruz e na conclusão do CT Ninho das Cobras presidente Rodolfo Aguiar.          

FAKE NEWS CRIMINOSO DA ESQUERDA

Agências de checagem se calam sobre fake news da “privatização do SUS”

Mentira inviabilizou PPPs para concluir 4.168 unidades de saúde inacabadas e compartilhar gestão com organizações sociais, como Sírio Libanês e Albert Einstein fazem com êxito


As autodenominadas “agências de checagem de fake news” ignoraram solenemente a mentira difundida por políticos de oposição e a mídia de que o governo iria privatizar o Sistema Único de Saúde (SUS). A mentira inviabilizou o decreto que previa parcerias público-privadas para concluir 4.168 unidades de saúde inacabadas, além de compartilhar a gestão com organizações sociais, como Sírio Libanês e Albert Einstein fazem com êxito. Tudo sob o silêncio dos que se dizem “em busca da verdade”. 

O decreto autorizava estudos para adotar em nível nacional experiências bem-sucedidas de São Paulo, Goiás e Distrito Federal, por exemplo.

Uma agência faz checagem no WhatsApp e sugere busca por cloroquina, mas questionada sobre a privatização do SUS, “não sabe responder”.

Uma busca rápida mostrou que agências estavam mais empenhadas em desmentir o boato sobre “marcha para satanás” de partidos de esquerda.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

ELEIÇÕES NO RECIFE

 Ibope: João 31%; Marília 18%; Patrícia 16% e Mendonça 










Do G1/PE

A pesquisa Ibope divulgada hoje aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a prefeitura do Recife nas Eleições 2020:

  • João Campos (PSB): 31%
  • Marília Arraes (PT): 18%
  • Delegada Patrícia (Podemos): 16%
  • Mendonça Filho (DEM): 13%
  • Claudia Ribeiro (PSTU): 1%
  • Coronel Feitosa (PSC): 1%
  • Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB): 1%
  • Carlos (PSL): 1%
  • Branco/nulo: 14%
  • Não sabe/não respondeu: 4%

Charbel (Novo) e Thiago Santos (UP) tiveram menos de 1% das intenções de voto. Victor Assis (PCO) não foi citado no levantamento.

Destaques por segmentos

As intenções de voto em João Campos são mais expressivas entre eleitores de 16 a 24 anos (39%). Na comparação com a pesquisa anterior, o candidato não apresenta crescimento além da margem de erro, porém, é possível notar uma queda de respostas nos seguintes perfis: evangélicos: de 35% para 27%; renda familiar de mais de dois a cinco salários-mínimos: de 32% para 25%.

Comparativamente ao levantamento anterior, a petista Marília Arraes amplia suas respostas entre os seguintes estratos de eleitores: 35 a 44 anos: vai de 12% para 23%; autodeclarados brancos: de 14% para 23%; ensino fundamental: de 8% para 16%.

Já Delegada Patricia se sobressai entre os eleitores que possuem renda familiar mensal superior a cinco salários-mínimos (25%).

Mendonça Filho, por sua vez, apresenta recuos em praticamente todos os estratos analisados, mas principalmente entre eleitores: renda familiar de mais de cinco salários mínimos: de 26% para 15%; 55 anos ou mais: de 27% para 17%; homens: de 22% para 13%; ensino fundamental: de 20% para 12%; católicos: de 20% para 13%; 35 a 44 anos: 18% para 11%.

Evolução dos candidatos

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, divulgado no dia 15 de outubro:

  • João Campos foi de 33% para 31%
  • Marília Arraes foi de 14% para 18%
  • Delegada Patrícia foi de 13% para 16%
  • Mendonça Filho foi de 18% para 13%
  • Claudia Ribeiro se manteve com 1%
  • Coronel Feitosa se manteve com 1%
  • Marco Aurélio Meu Amigo se manteve em 1%
  • Carlos se manteve com 1%
  • Charbel se manteve com menos de 1%
  • Thiago Santos se manteve com menos de 1%
  • Victor Assis continuou sem ser citado pelos entrevistados
  • Branco/nulo se manteve em 14%
  • Não sabe/não respondeu saiu de 3% para 4%

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

  • João Campos (PSB): 33%
  • Mendonça Filho (DEM): 30%
  • Coronel Feitosa (PSC): 28%
  • Marília Arraes (PT): 21%
  • Delegada Patrícia (Podemos): 20%
  • Carlos (PSL): 18%
  • Charbel (Novo): 18%
  • Thiago Santos (UP): 16%
  • Claudia Ribeiro (PSTU): 14%
  • Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB): 14%
  • Victor Assis (PCO): 14%
  • Poderia votar em todos (resposta espontânea): 1%
  • Não sabem ou preferem não opinar: 5%

Votos válidos

Pela primeira vez, a pesquisa Ibope trouxe o percentual de votos válidos de cada candidato. Isso corresponde à proporção de votos do candidato sobre o total de votos, excluídos os votos brancos, nulos e indecisos. Um candidato é eleito no 1º turno se obtiver 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial.

Nessa seção, a pesquisa traz, ainda, uma comparação entre o percentual de votos válidos neste levantamento e no anterior, divulgado no dia 15 de outubro. Confira os números:

  • João Campos: tinha 40% dos votos válidos; agora tem 38%
  • Marília Arraes: tinha 17% dos votos válidos; agora tem 22%
  • Delegada Patrícia: tinha 15% dos votos válidos; agora tem 20%
  • Mendonça Filho: tinha 22% dos votos válidos; agora tem 15%
  • Coronel Feitosa: tinha 2% dos votos válidos; agora tem 1%
  • Carlos: tinha 2% dos votos válidos; agora tem 1%
  • Marco Aurélio Meu Amigo: se manteve com 1% dos votos válidos
  • Claudia Ribeiro: se manteve com 1% dos votos válidos
  • Thiago Santos: se manteve com menos de 1% dos votos válidos
  • Charbel: se manteve com menos de 1% dos votos válidos
  • Victor Assis: não foi citado pelos entrevistados nos dois levantamentos

Simulações de segundo turno

Cenário 1: Delegada Patrícia 38% x 45% João Campos. Branco/nulo, 15%. Não sabem ou preferem não opinar, 1%

Cenário 2: Delegada Patrícia 44% x 39% Marília Arraes. Branco/nulo, 15%. Não sabem ou preferem não opinar, 1%

Cenário 3: Delegada Patrícia 45% x 33% Mendonça Filho. Branco/nulo, 19%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%

Cenário 4: João Campos 41% x 34% Marília Arraes. Branco/nulo, 24%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%

Cenário 5: João Campos 46% x 32% Mendonça Filho. Branco/nulo, 20%. Não sabem ou preferem não opinar, 5%

Cenário 6: Marília Arraes 43% x 34% Mendonça Filho. Branco/nulo, 21%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo, em parceria com o Jornal do Commercio.

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 1.001 eleitores da cidade do Recife

Quando a pesquisa foi feita: entre os dias 27 e 29 de outubro

Número de identificação no TRE-PE: PE-00353/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Do G1/PE

ELEIÇÕES 2020

 TRE decide proibir atos de campanha no Estado









Em sessão encerrada, há pouco, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral aprovou por 6 votos a 0 resolução proibindo qualquer tipo de ato de campanha política no Estado, a partir de amanhã, devido ao recrudescimento da pandemia do coronavírus no País. Veja abaixo a íntegra da decisão com exclusividade:

“Aprovada resolução do TRE/PE através de proposta feita pelo Presidente Frederico Ricardo de Almeida Neves na sessão de hoje, 28.10.2020, proibindo, em todo o estado de Pernambuco os atos presenciais relacionados à campanha Eleitoral 2020, causadores de aglomeração, ainda que em espaços abertos, semi-abertos ou no formato drive-in, tais como: comícios; bandeiraços, passeatas, caminhadas, carreatas e similares; e confraternizações ou eventos presenciais, inclusive os de arrecadação de recursos de campanha, ainda que no formato drive-thru”.


por Magno Martins


NÁUTICO - JOGO DIFÍCIL

Em primeiro jogo pela Série B, Náutico busca voltar a vencer CSA fora de casa após 20 anos

Após empate com Cruzeiro, Náutico quer vencer CSA para se distanciar do Z4 (Foto: Caio Falcão/CNC)



Apesar de retrospecto amplamente favorável aos pernambucanos, Alvirrubro não vence o Azulão há duas partidas, ambas pelo Nordestão


Para encerrar o primeiro turno em uma situação pouco mais confortável quando ao distanciamento da zona do rebaixamento, o Náutico visitará o CSA, no sábado, às 21h, buscando manter o bom retrospecto diante do Azulão do Mutange, que vive uma crescente na competição, com cinco jogos de invencibilidade, e se encontra três pontos atrás do Juventude, clube que abre o G4. 

Em vantagem, quanto aos números gerais do confronto, o Timbu venceu 10 dos 18 jogos oficiais disputados entre ambas as equipes. Completam o histórico mais quatro vitórias do CSA e quatro empates. Apesar do longo retrospecto entre as duas equipes, a partida do dia 31, será o primeiro embate válido pela Série B. Anteriormente, os clubes se encontraram por Brasileirão, Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Torneio Norte-Nordeste e Série C - onde aconteceram os últimos encontros. 

Atuando em Pernambuco, o Náutico possui uma vantagem esmagadora. Em nove partidas, o Alvirrubro venceu seis, perdeu apenas um e duas partidas terminaram empatadas, conquistando um aproveitamento de 83,3% dos pontos. Já fora de casa, o Timbu segue predominante, mas com uma menor margem de dominância. Foram quatro triunfos, três derrotas e apenas dois empates. 

Levando em consideração apenas os jogos como visitante, porém, o Náutico terá uma escrita a ser quebrada, pois a última vez em que venceu o CSA, fora de casa, foi em jogo pela Copa do Brasil de 2000, por 1 a 0, com gol contra do atacante Mimi. Quantos aos últimos jogos, o Alvirrubro não vence há dois jogos, ambos pelo Nordestão. Em 2010, o CSA bateu os pernambucanos, nos Aflitos, por 3 a 0, e oito anos antes, os times empataram em 3 a 3, novamente na capital pernambucana. 

Atualmente, o Náutico ocupa a 16ª posição da Série B, com 19 pontos, em 17 jogos disputados. O CSA, por sua vez, desde a chegada do técnico Mozart, vem crescendo na tabela. Com quatro vitórias e apenas uma derrota em sete jogos, o Azulão arrancou na classificação após começo ruim na competição. O time alagoano é o nono colocado com 25 pontos, três a menos que o Juventude, 4º colocado da Segundona. Vale lembrar que até o momento, o Náutico não venceu clubes que estão entre os dez primeiros do torneio. 

DP

SANTA CRUZ - PIPICO RENOVOU CONTRATO

Pipico acerta contrato e segue no Santa Cruz até 2021, com cláusula de renovação

Camisa nove, Pipico é xodó da torcida do Santa (Foto: Rafael Melo/Santa Cruz)



Centroavante tinha contrato apenas até o próximo dia 10, mas estende vínculo por mais uma temporada, ampliando permanência no Arruda


O último processo de renovação que gerava grande negociação no Santa Cruz está finalizado. Na noite desta quinta-feira, o tricolor acertou a extensão do contrato do centroavante Pipico, de 35 anos. O jogador, que está no Arruda desde 2018, agora tem vínculo até o fim da próxima temporada, com gatilhos para renovação automática até 2022.

A negociação vinha se arrastando ao longo das últimas semanas, mas todos os lados sempre trataram as conversas com naturalidade e confiança, uma vez que tanto o jogador quanto o clube tinham interesse na continuidade de Pipico com a camisa coral.

 “Como vocês sA negociação vinha se arrastando ao longo das últimas semanas, mas todos os lados sempre trataram as conversas com naturalidade e confiança, uma vez que tanto o jogador quanto o clube tinham interesse na continuidade de Pipico com a camisa coral.
  
“Como vocês sabem, o meu desejo era ficar, era permanecer no clube e, graças a Deus, se concretizou. Depois de algumas reuniões, ficou acertado, tudo certinho, tudo de acordo com ambas as partes. Quero agradecer à diretoria, quero agradecer à torcida que me mandou mensagens, pedindo para eu ficar. E como vocês já sabem e repito, muito feliz com essa renovação até 2021, com prorrogação para 2022", afirmou o atacante, que foi além.

"Só tenho que agradecer a vocês e dizer que nós estamos juntos, que nós vamos caminhar no mesmo objetivo que nós estamos e eu tenho certeza que nós vamos conseguir o tão sonhado acesso”, concluiu Pipico. 
 
Artilheiro do Santa, Pipico tem 32 gols em 62 partidas com a camisa coral. Neste ano, o jogador tem 10 gols em 34 jogos. Na atual Série C, ele passou um período lesionado, mas, com três gols em seis jogos, é um dos artilheiros do time no torneio, ao lado do meia Didira.

Agora, Pipico e Santa Cruz esperam a regularização do novo contrato do jogador com o clube, que deve ser publicado no BID da CBF ao longo da próxima semana. Ainda na vigência do contrato atual, ele não deve ter problemas para enfrentar o Imperatriz, nesta sábado, no Maranhão.abem, o meu dA negociação vinha se arrastando ao longo das últimas semanas, mas todos os lados sempre trataram as conversas com naturalidade e confiança, uma vez que tanto o jogador quanto o clube tinham interesse na continuidade de Pipico com a camisa coral.
  
“Como vocês sabem, o meu desejo era ficar, era permanecer no clube e, graças a Deus, se concretizou. Depois de algumas reuniões, ficou acertado, tudo certinho, tudo de acordo com ambas as partes. Quero agradecer à diretoria, quero agradecer à torcida que me mandou mensagens, pedindo para eu ficar. E como vocês já sabem e repito, muito feliz com essa renovação até 2021, com prorrogação para 2022", afirmou o atacante, que foi além.

"Só tenho que agradecer a vocês e dizer que nós estamos juntos, que nós vamos caminhar no mesmo objetivo que nós estamos e eu tenho certeza que nós vamos conseguir o tão sonhado acesso”, concluiu Pipico. 
 
Artilheiro do Santa, Pipico tem 32 gols em 62 partidas com a camisa coral. Neste ano, o jogador tem 10 gols em 34 jogos. Na atual Série C, ele passou um período lesionado, mas, com três gols em seis jogos, é um dos artilheiros do time no torneio, ao lado do meia Didira.

Agora, Pipico e Santa Cruz esperam a regularização do novo contrato do jogador com o clube, que deve ser publicado no BID da CBF ao longo da próxima semana. Ainda na vigência do contrato atual, ele não deve ter problemas para enfrentar o Imperatriz, nesta sábado, no Maranhão.esejo era ficar, era permanecer no clube e, graças a Deus, se concretizou. Depois de algumas reuniões, ficou acertado, tudo certinho, tudo de acordo com ambas as partes. Quero agradecer à diretoria, quero agradecer à torcida que me mandou mensagens, pedindo para eu ficar. E como vocês já sabem e repito, muito feliz com essa renovação até 2021, com prorrogação para 2022", afirmou o atacante, que foi além.

"Só tenho que agradecer a vocês e dizer que nós estamos juntos, que nós vamos caminhar no mesmo objetivo que nós estamos e eu tenho certeza que nós vamos conseguir o tão sonhado acesso”, concluiu Pipico. 
 
Artilheiro do Santa, Pipico tem 32 gols em 62 partidas com a camisa coral. Neste ano, o jogador tem 10 gols em 34 jogos. Na atual Série C, ele passou um período lesionado, mas, com três gols em seis jogos, é um dos artilheiros do time no torneio, ao lado do meia Didira.

Agora, Pipico e Santa Cruz esperam a regularização do novo contrato do jogador com o clube, que deve ser publicado no BID da CBF ao longo da próxima semana. Ainda na vigência do contrato atual, ele não deve ter problemas para enfrentar o Imperatriz, nesta sábado, no Maranhão.

DP

SPORT - MAIS UMA BRONCA NA JUSTIÇA

Empresa que vendeu os direitos de Rithely entra com processo judicial contra o Sport

Pela compra de 50% dos direitos do volante Rithely, realizada em 2017, o Sport ainda deve R$ 4 milhões para a empresa JRP Marketing Esportivo (Foto: Anderson Stevens/Sport)


Empresa alega que até o momento o Sport não realizou o pagamento de nenhuma parcela referente à dívida da compra dos direitos de Rithely


O Sport se prepara para enfrentar mais um problema na justiça. No final da semana passada, a empresa JRP Marketing Esportivo entrou com um processo judicial cobrando o pagamento de três parcelas referentes à venda de 50% dos direitos do volante Rithely ao clube, em 2017. As partes haviam negociado o pagamento da dívida em prestações no início do ano, mas de acordo com os advogados da empresa, o clube rubro-negro não pagou nenhum valor acordado.

O valor da dívida do Sport com a empresa que vendeu os direitos de Rithely era de R$ 5 milhões. No início do ano, após negociações com o representante do jogador, o clube conseguiu abater R$ 1 milhão em troca de um patrocínio. Os outros R$ 4 milhões foram divididos em parcelas que estavam previstas para serem pagas a partir de agosto. Até agora, no entanto, de acordo com o processo, nenhuma prestação ainda foi paga.

A reportagem teve acesso ao processo judicial. O documento indica que inicialmente as parcelas estavam previstas para terem vencimentos todo dia 20 de cada mês, a partir de de julho. No entanto, por conta da paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus, foi concordado que o pagamento fosse iniciado no mês seguinte. Dessa maneira, três parcelas se encontram em inadimplência, referentes aos meses de agosto, setembro e outubro.

Procurado pelo Diario, o vice-presidente do Sport, Carlos Frederico, afirmou que até o momento o clube não recebeu nenhuma notificação sobre o processo. “A gente soube desse processo pela imprensa hoje, mas ainda não chegou nenhum documento no clube sobre o assunto, nossos advogados devem estar trabalhando nisso. Enquanto não passar pelo nosso jurídico e financeiro não temos como dizer se o assunto tem procedência ou não”, destacou. 

O atraso no pagamento das parcelas prevê multa, segundo a empresa. “No caso de atraso por mais de 90 dias de qualquer parcela ou o atraso de 03 parcelas alternadas, ocorrerá o vencimento antecipado do saldo da dívida, incidência de multa de 2%, acrescido de juros moratórios de 1% ao mês e correção monetária”, cita o trecho do processo.

Assim, com o atraso de três meses, o saldo de R$ 4 milhões deve incidir a multa de 2%, elevando o valor para R$ 4,08 milhões. Caso o Sport não encontre recursos suficientes para quitar o débito com a JRP Marketing Esportivo, o departamento jurídico da empresa vai consultar a CBF e a Rede Globo para saber se o clube tem algum crédito para ser bloqueado. Assim, a cota de televisionamento pode ser penhorada.

Durante a tarde desta quinta-feira, a reportagem do Diario de Pernambuco também tentou contato com o representante do jogador, mas até o momento não obteve resposta. Roberto Faustim, empresário de Rithely, foi o facilitador do negócio envolvendo o Sport e a empresa JRP Marketing Esportivo, na compra dos 50% dos direitos do volante.

DP

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

VOLTA AS AULAS

 PE libera aulas presenciais para crianças e adolescentes










O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Educação e Esportes, anunciou, hoje, durante coletiva de imprensa, a autorização para o início do processo de retomada das aulas presenciais do Ensino Fundamental (Anos Iniciais e Anos Finais) e da Educação Infantil. O retorno – que neste momento contempla apenas as unidades de ensino da Rede Privada – será realizado por etapas, começando no dia 10 de novembro com as turmas dos Anos Finais (6º ao 9º ano). No dia 17 de novembro, as escolas retomam as aulas dos Anos Iniciais (1º ao 5º ano) e, concluindo o processo, no dia 24 de novembro será a vez dos alunos da Educação Infantil retornarem às escolas. As aulas do Ensino Médio já haviam sido retomadas desde o dia 09 deste mês.

Para o retorno, as instituições de ensino devem continuar observando todas as normas estabelecidas no protocolo setorial da Educação, respeitando regras de distanciamento social, medidas de proteção e prevenção, bem como o monitoramento e orientações e de vigilância epidemiológica. O protocolo traz pontos importantes como o uso obrigatório de máscaras, distanciamento de 1,5 metros em todos os ambientes das escolas, inclusive dos estudantes em sala de aula, lavagem e higienização das mãos e uso do álcool em gel. Além disso, todos que estiverem nas unidades devem ser orientados, monitorados e testados em casos suspeitos, assim como seus contactantes.

“É importante destacar que esse retorno é opcional e, por se tratar de estudantes menores de idade, a decisão de voltar à escola caberá aos pais ou responsáveis. A retomada feita em etapas é importante, pois permite às áreas de saúde e Educação acompanharem o processo. Para a escola também é relevante, pois pode ir se preparando para receber em etapas e em grupos esses alunos. Com isso, a gente pode avançar não apenas no processo de retomada, mas também no cumprimento dos protocolos”, ressaltou o secretário estadual de Educação e Esportes, Fred Amancio. O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 continuará monitorando os dados da pandemia e, se necessário, poderá rever todo esse planejamento.

Na Rede Pública, a retomada das aulas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental (Anos Finais) segue suspensa. No dia 21 de outubro, as escolas da rede deram início ao processo de retomada das aulas presenciais para as turmas do Ensino Médio, com as turmas do 3º ano. Na última terça (27), retornaram as turmas do 2º ano e no dia 03 de novembro voltam as de 1º ano, Ensino Técnico Concomitante e Subsequente e da Educação de Jovens e Adultos.


por Magno Martins

ATENTADO NA FRANÇA

Atentado terrorista em Nice, na França, deixa três mortos

Atentado em igreja de Nice, na França, deixou três mortos | Foto: Reprodução/Twitter


Uma das vítimas foi degolada. Prefeito da cidade afirma que assassino gritava ‘Alá é grande’ ao ser preso

Um homem armado com uma faca atacou várias pessoas na saída da igreja de Notre-Dame, em Nice, na França, na manhã desta quinta-feira, 29.

De acordo com a imprensa francesa, pelo menos três pessoas morreram, duas delas dentro do local. Autoridades francesas falam em atentado terrorista.

O jornal francês Le Parisien informa que pelo menos uma das vítimas foi degolada pelo agressor, que tentou se esconder em um banheiro dentro da igreja depois do ataque. Ele foi baleado e preso pela polícia.

Ainda segundo a publicação francesa, o prefeito de Nice, Christian Estrosi, teria afirmado que o assassino, enquanto era socorrido, repetia a frase “Allahu Akbar” (“Alá é grande”, em português).

Em uma publicação no Twitter, Estrosi comparou o ataque em Nice ao do professor Samuel Paty, morto há 13 dias por um adolescente muçulmano após mostrar caricaturas do profeta Maomé durante uma aula.


“Treze dias depois de Samuel Paty, nosso país não pode mais estar satisfeito com leis de paz para destruir o islamo-fascismo”, escreveu o prefeito de Nice. Em outra publicação, Estrosi afirma que duas pessoas foram mortas dentro da igreja e que Nice “pagou um preço muito alto, como nosso país nos últimos anos.”

Já o jornal Le Figaro divulgou que as duas vítimas mortas dentro da igreja são uma mulher idosa, que teria sido quase decapitada próximo a uma pia de água benta, e um sacristão da igreja. A terceira vítima teria conseguido fugir e se refugiar em um café, mas foi morta com múltiplas facadas pelo bandido. A publicação também afirma que o agressor seria um jovem de aproximadamente 20 anos, identificado apenas como “Brahim”. Ele teria dito que agiu sozinho.

O ministro do Interior, Gerald Darmanin, convocou uma reunião de crise para acompanhar o caso. Em uma mensagem publicada em sua conta no Twitter, Darmanin disse que uma operação policial estava em curso e que havia conversado com o prefeito da cidade.

O presidente francês, Emmanuel Macron, também participou do encontro, segundo a imprensa francesa. É esperado que Macron vá até Nice ainda nesta quinta-feira para acompanhar a situação pessoalmente.



BOLSONARO TINHA RAZÃO

Tratamento com hidroxicloroquina reduz em 7 vezes internações por covid

Hidroxicloroquina | Foto: Divulgação/EMS



Estudo publicado no ‘International Journal of Antimicrobial Agents’ registra que combinação do medicamento com azitromicina e zinco também reduz a mortalidade de pacientes

Uma pesquisa publicada no International Journal of Antimicrobial Agents da última segunda-feira, 26, registra que o tratamento precoce de pacientes com uma dose baixa de hidroxicloroquina, em combinação com zinco e azitromicina, mostrou eficácia no tratamento da covid-19.

Com esse tratamento, sete vezes menos pacientes precisaram de internação em comparação com aqueles que não receberam o combo medicamentoso.

A mortalidade também caiu bruscamente: houve uma morte no grupo que tomou os remédios contra 13 naquele que não os recebeu.

Nenhum dos pacientes tratados com a medicação teve efeitos colaterais relacionados ao coração, a principal preocupação dos médicos quando se trata do uso da cloroquina e seus derivados.


FUGINDO DO SOCIALISMO COMUNISTA

Fugindo do Socialismo, venezuelanos chegam em massa ao Acre

 


Nos últimos anos, devido ao governo ditatorial venezuelano de Nicolas Maduro, inúmeras famílias têm buscado refúgio em países vizinhos. Dentre esses países se encontra o Brasil, o qual, nesta segunda-feira (26/10), recebeu a chegada em massa de quase 250 homens, mulheres e crianças estrangeiros, em sua maioria venezuelanos, ao município de Assis Brasil, no interior do Acre.

Esta emigração do povo venezuelano ao Brasil preocupa as autoridades da cidade e do Estado. O local, de pouco mais de 7 mil habitantes, fica na fronteira do Brasil com o Peru. A chegada diária de estrangeiros passou de cinco para até 30 pessoas e o custo para manter o grupo passa de R$ 1 milhão, conforme autoridades locais.

Conforme noticiou o Estadão, mesmo a fronteira estando fechada – devido à pandemia – para o trânsito de pessoas, isso não impede o acesso de estrangeiros ao território brasileiro.

Com os serviços de assistência social e de saúde precários, o prefeito da cidade brasileira, Antônio Zum (PSDB), pediu auxílio imediato do governador Gladson Cameli para dar conta da demanda exigida pelo número de estrangeiros que chega à cidade todos os dias.

“Antes eram pessoas que estavam saindo do Brasil em busca de outros países. Chegamos a reter aqui mais de 300 pessoas, alojar em escolas. Agora um novo fluxo traz essas pessoas para Assis Brasil. Estão enchendo as escolas, e não conseguimos dar conta disso. São 700 refeições, incluindo café, almoço e janta. Não tenho como dar conta disso lá”, afirmou o prefeito.

Os venezuelanos que estão chegando ao Brasil pelo Acre se deslocaram por cerca de 20 dias e passaram pela Colômbia. Apesar de mais longa, a rota é considerada mais barata, mas não mais fácil: é preciso fazer caminhada, atravessar rios de barco e ainda contar com as caronas nas estradas de barro por onde passam. É a tentativa de não ser pego pela polícia.

Há quase duas décadas a Venezuela vive um cenário de crise econômica, social e política. Com o colapso nacional, o cenário humanitário do país comunista foi duramente castigado. Além disso, a inflação passa de 1.000.000%, pressionando milhares de famílias a buscarem uma nova vida em outros países da América Latina.