GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 23 de dezembro de 2022

LUCIANA SANTOS

Futura ministra da Ciência já foi condenada por improbidade

Vice-governadora de Pernambuco Luciana Santos Foto: Richard Silva/PCdoB


Luciana Santos foi julgada por um contrato fraudulento para a gestão do parque energético em Olinda (PE)



A presidente nacional do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Luciana Santos, foi escolhida pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como ministra da Ciência e Tecnologia. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (22) durante coletiva de imprensa realizada em Brasília.

Além de vice-governadora de Pernambuco, ela é engenheira por formação e foi deputada em dois mandatos, em 2011 e 2019, quando chegou a integrar as comissões da Câmara de Ciência e Tecnologia.

Ela também tem experiência na área que ocupará por ter sido secretária estadual de Ciência e Tecnologia do governo de Pernambuco no governo de Eduardo Campos.

IMPROBIDADE ADMINISTRA
No currículo da líder do PCdoB encontramos também uma condenação por improbidade administrativa. A sentença é de outubro de 2019 e foi decidida pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Olinda (PE).

Luciana Santos e outros servidores foram responsabilizados por um contrato fraudulento para a gestão do parque energético e de iluminação do município pernambucano por meio de uma licitação de 2004.

A decisão judicial foi de seis anos de ilegibilidade e uma multa de cinco vezes o salário dela na época. A futura ministra recorreu da decisão, mas o recurso ainda não foi julgado.

Leiliane Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário